O nome do secretário João Azevêdo (PSB) ganhou força, neste sábado (23), como o candidato que será o nome do grupo governista para a sucessão estadual, em 2018. O presidente da sigla, Edvaldo Rosas, anunciou que irá coordenar a campanha do socialista e que o objetivo é manter a Paraíba em boas mãos, dando continuidade ao projeto que mudou a realidade do estado.

Vários parlamentares do PSB, que também estiveram no evento, ratificaram a importância do nome de Azevêdo para a manutenção do projeto. O líder do Governo, Hervázio Bezerra (PSB) ressaltou que João é o nome responsável pelas grandes obras e por manter a Paraíba em desenvolvimento.

“Ele é um dos responsáveis pelos principais projetos do Governo do Estado”, ressaltou.

Já Adriano Galdino ressaltou a competência, como o diferencial de João.

“Ele está aqui porque tem um diferencial que é a competência. Nós sabemos que as obras que ocorreram e ocorrem hoje têm o planejamento e a execução de João. Nós sabemos e toda a Paraíba precisa saber também”, arrematou.

Ricardo Barbosa lembrou que muitos prometeram e nada fizeram, mas com Ricardo e João a promessa saiu do papel e virou realidade.
“Aqui tem lideranças de todo o Estado e sabem toda a conversa que era falada e nada era feito. Agora temos ações e João que é o timoneiro de todas as ações governamentais”, disse.

Estela Bezerra, que era uma das cotadas para sucessão estadual, ressaltou sua fidelidade ao projeto e garantiu que a Paraíba viverá grande trabalho com uma das pessoas que mais conhecem o Estado.

O governador Ricardo Coutinho, que é o presidente de honra da sigla, fez questão de destacar a importância do projeto, respaldando tudo que os membros do PSB discursaram durante o evento.



PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Quando se tem críticas, não é confortável ficar”, diz Eduardo Carneiro sobre racha com Cartaxo

O deputado estadual Eduardo Carneiro, que anunciou nesta sexta-feira (05) o rompimento do seu partido, o PRTB, com a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PV), em João Pessoa, deu detalhes…

Exonerados: Diego Tavares, Edilma Freire, Daniela Bandeira e Socorro Gadelha podem disputar eleições

Esta quinta-feira (4) foi o prazo limite estabelecido pela Justiça Eleitoral para aqueles que pretendem disputar cargos eletivos nas Eleições 2020 se desincompatibilizarem de cargos na administração pública. Na Capital…