A assessoria do deputado Luiz Couto informou nesta segunda-feira (11) que o grupo vai recorrer da decisão de manter o Processo de Eleição Direta (PED) que está consagrando a vitória de Charliton Machado. Couto aponta problemas em diversos locais do Estado.

O PED, realizado neste domingo (10), foi interrompido momentaneamente por uma liminar no município de Sousa. Alegando que filiados estavam sendo proibidos de votar, o grupo do deputado Luiz Couto entrou com a liminar que foi derrubada e a votação teve prosseguimento elegendo Charliton Machado.

“A eleição teve problemas em vários lugares do Estado, é uma demanda não só do PED, mas tínhamos apresentado anteriormente. Teve municípios que a direção estava proibindo e fazendo intervenção para que o PED não acontecesse”, explica.

Ainda de acordo com o a assessoria, quem entrou com a liminar foi o diretório de Sousa e que o grupo de Couto apenas apoiou.

 

Charliton que venceu a eleição foi questionado sobre esse possível impasse que traria uma ação contra o PED, no entanto ele acredita que não há motivo para isso. “O processo foi limpo e democrático. O filiado decidiu qual o caminho do PT,teremos palanque único”, destacou.

 

Machado garantiu que vai procurar os candidatos derrotados no processo, Luiz Couto e Lenildo Morais, assim que for divulgado o resultado oficial. “São companheiros valorosos do PT”. No entanto disse que não vai admitir intervenções de fora do PT. “O PT tem o projeto dele próprio. Esse é o projeto vitorioso em 2012”, finalizou mandando recado claro para o grupo de Luiz Couto.

 

O prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PT) comentou sobre Couto e deixou claro que o deputado federal já tem contrariado o partido tendo uma postura contrária no processo eleitoral de 2010 e 2012 e revelou que não vai brigar por ninguém.

 

Redação com Paraíba.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL de Vené proíbe taxa diferenciada por curso em inscrição para vestibular

Comissão do Senado aprova projeto de Veneziano que proíbe taxa diferenciada por curso, em inscrição para vestibular A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o…

Rosas tem maioria, mas não vai recorrer de intervenção: “Fiquem com o PSB”

O presidente do PSB na Paraíba, Edvaldo Rosas, disse que embora tenha apoio da maioria dos diretorianos, além de deputados, prefeitos e vereadores para continuar na presidência, não vai recorrer…