Deputado estadual eleito pelo PSB lamenta postura política de suplente que irá substituí-lo: “São coisas da vida, mas vai ser um choque de opinião

 

Considerado um político que possuiu azar com os suplentes, o vereador de João Pessoa e futuro deputado estadual Edmilson Soares (PSB), pode ser enquadrado em tais estatísticas, nas últimas duas eleições não pode contar com a ajuda de um companheiro de coligação.
 

Nas eleições de 2004 possibilitou o assento do decano Fabiano Vilar em troca do apoio dele na sua campanha, só que o acordo não foi cumprido e Fabiano apoiou outro candidato.
 

Situação semelhante Edmilson viveu nessa legislatura, se afastou da Câmara Municipal para ocupar uma secretaria na gestão municipal e o primeiro suplente Pastor Edmilson (PRB), passou um bom tempo na preciosa cadeira, quando chegou o prazo para registro de candidatura nas eleições 2010, mais uma vez, Edmilson teve negado o apoio e Pastou Edmilson apoiou o “colega” Pastor Jutahy (PRB).
 

Para surpresa de quem cobre a política, Edmilson obteve no último pleito 33.401 votos e o seu suplente o Pastor Edmilson ganhou de “mão beijada” um mandato de vereador da Capital, sobre a postura do suplente, o futuro deputado desabafou: “São coisas da vida e é um choque de opinião.
 

Na sua fala Edmilson procurou desmentir possíveis boatos de que poderá figurar como possível secretario na gestão de Ricardo Coutinho (PSB).
 

“Quero ficar na Assembléia! Nunca fui deputado”, concluiu.
 

Henrique Lima

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Luciano Cartaxo leva “puxão de orelhas” em público de Damião durante encontro

Um encontro em Brasília entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV) e bancada paraibana no Congresso Nacional, na última terça-feira (8),  resultou num puxão de orelha para o…

Carlos Bolsonaro diz que líder do PSL no Senado é “bobo da corte”

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) compartilhou neste domingo (13) uma mensagem no Twitter na qual classifica como “bobo da corte” o líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP). “Este…