Vendo a triste realidade da UFPB, assim como todas as universidades do país, que passam por dificuldades, sobretudo devido ao bloqueio dos seus orçamentos o deputado federal Efraim Filho, líder do Democratas na Câmara dos Deputados, afirmou que os parlamentares estão tentando buscar uma solução para a questão das verbas para as universidades, Segundo ele, em 2019, todos vivenciaram situação parecida.

“Conseguimos reunir os reitores, a bancada e o MEC. E foi possível resolver as situações mais críticas”, apontou. De acordo com Efraim, haverá a votação dos vetos do Orçamento logo após o Carnaval, em março. “Sendo aprovado como imaginamos, deverá normalizar o repasse as universidades”, disse.

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) ainda está aguardando o posicionamento. O vice-reitor e secretário de planejamento da UFCG, Camilo Farias, disse que, historicamente, o orçamento para folha de pagamento da instituição vai até outubro e, posteriormente, o MEC faz uma suplementação.

Segundo a perspectiva da reitora da UFPB Margareth Diniz, a previsão orçamentaria para este ano de 2020, não é muito diferente da do ano passado, pois o orçamento será igual no valor de R$ 170 milhões do e segundo Margareth Diniz esses recursos não serão liberados em sua totalidade. Até agora estão garantidos 64% desse total. Segundo a reitora da UFPB, a universidade só tem recursos para pagar os salários dos servidores ativos e inativos até o mês de julho.

 

Redação

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Walter Brito Neto volta a virar pedra no sapato do MDB em CG

Assim como aconteceu nas eleições de 2018, quando tentou se impor como candidato ao Senado Federal na chapa encabeçada pelo senador Zé Maranhão (MDB), o ex-deputado federal Walter Brito Neto…

Cidadania define apoios em Cajazeiras, Guarabira e Princesa Isabel

O Partido Cidadania na Paraíba já tem como certo seu posicionamento em importantes cidades da Paraíba como Cajazeiras, Guarabira e Princesa Isabel em relação aos nomes para a disputa nas…