Em entrevista ao portal o deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL), analisou a pesquisa Datafolha divulgada ontem (8) pelo jornal “Folha de S.Paulo” onde mostra que a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) é aprovada por 33%, mas rejeitada pelo mesmo índice. Para Gilberto a gestão do presidente não deve levar em consideração pesquisas, pois se levasse hoje não seria presidente.
“Eu vejo com bastante tranquilidade, pois essas avaliações são de institutos de pesquisa que não tem credibilidade no nosso país, devido a tentativa de manipulação contra o governo. Inclusive se Bolsonaro fosse depender dessas pesquisas o presidente nem no segundo turno havia chegado”, disse o deputado estadual, ao analisar os números da pesquisa que apontaram os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL):
Ótimo/bom: 33%
Regular: 31%
Ruim/péssimo: 33%
Não sabe/não respondeu: 2%
A pesquisa foi realizada nos dias 4 e 5 de julho com 2.086 entrevistados com mais de 16 anos, em 130 cidades do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.
Ao ser questionado sobre como faz uma avaliação dos seis primeiros meses da gestão Bolsonaro, Cabo respondeu: “Nesses primeiros seis meses tem mais acertos do que erros e eu vejo que o Congresso está dificultando muito o trabalho do presidente, pois estão demorando muito para aprovar as medidas provisórias, os decretos e as reformas. Para que nosso país possa sair da lama que hoje estamos com 14 milhões de desempregados”, disse.

Redação

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Licença curta de titular frustra sonho de suplente assumir mandato na ALPB

Sem afastamento para tratamento de saúde, Manoel Ludgério frustrou as pretensões da primeira dama de Santa Rita e Jane Panta assumir mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba. É que o…

Em Teresina, João assegura expansão do app ‘Preço da Hora’ para todo o NE

O aplicativo ‘Preço da Hora’, implantado recentemente na Paraíba, será expandido para todos os Estados do Nordeste. A garantia foi dada ao governador João Azevêdo pelos demais gestores da região,…