Por pbagora.com.br

Enquanto o período de convenções partidárias fica cada vez mais perto, mais os cenários de especulações aumenta em torno de criticas a pré-candidatura ao Governo de Lucélio Cartaxo (PV), apesar de ser um irmão gêmeo do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV), o ‘brother’, parece não ter herdado o carisma do irmão. Ontem José Maranhão, pré-candidato a governador, garante que a composição da chapa majoritária do MDB será anunciada em duas semanas, mas não adiantou nomes, porém disse que aliados de Lúcelio o tem procurado.

 

Sabe-se que ele está em tratativas com o PSC, comandado pelo deputado Marcondes Gadelha. Aliás, o PSC, que era dado como certo na coligação com o PV, distanciou-se do grupo cartaxista. Detalhe: Renato Gadelha (PSC) disse, esta semana, que “falta bagagem” a Lucélio.

 

Quem também alfinetou foi o presidente do PP na Paraíba – e vice-prefeito de Campina Grande – Enivaldo Ribeiro confirmou ontem que os resultados da pesquisa qualitativa e quantitativa encomendada pela legenda deverá sair esta semana. O dirigente, que já anunciou que não apoiará Lucélio Cartaxo (PV), não descarta uma composição com o PSB do também pré-candidato João Azevêdo (PSB).

 

Redação

Notícias relacionadas

Cobiçada: sobe para 7 número de possíveis candidatos ao Senado em 2022; confira os nomes

Já subiu para sete o número de pretensos postulantes à única vaga da Paraíba para o Senado Federal nas eleições de 2022. O nome mais recente a se lançar na…

PT-PB aposta em diálogo com partidos fora da base para derrotar Bolsonaro

O diálogo do PT com legendas que, historicamente, não são aliadas ao partido para formação de grande frente nacional contra o governo Jair Bolsonaro seja formada. Essa tem sido a…