O deputado estadual derrotado no pleito deste ano, Assis Quintans, do DEM, apresentou esta semana uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que derruba a lei anti-nepotismo instituída no Governo da Paraíba à época do Governo Cássio Cunha Lima.

Em entrevista, o parlamentar esclareceu que a lei não derrubaria totalmente a lei anti-nepotismo e sim apenas flexibiliza.

“A minha preocupação é que o gestor não cometa algum erro que vá parar justiça e sofra derrotas”, explicou.

O deputado explicou que foi feito um levantamento em vários Estados e em vários órgãos da federação para que essa ‘adaptação’ da lei seja implantada também no Estado da Paraíba.

Caso a proposta seja aprovada, o futuro gestor terá a ‘alternativa’ de escolher uma pessoa que tenha competência, mesmo tendo um parentesco com um dos auxiliares do Governo.

“O Governo poderá fazer as nomeações e não ficar exposto a um escândalo”, explicou.
 

 

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“A Rede já tá armada para João” diz Chió ao reforçar convite para filiação

O deputado estadual Chió, da Rede, declarou que o partido está de portas abertas para receber o governador João Azevêdo caso esta seja a sua vontade. O parlamentar chegou a…

PSB Nacional ameaça reivindicar na justiça mandato de João após desfiliação

A saída do governador da Paraíba, João Azevedo, do PSB, vai ser debatida na Justiça. O presidente nacional do partido, Carlos Siqueira disse, em entrevista nesta quinta-feira (05), ao portal…