A declaração do presidente do PEN na Paraíba, Ricardo Marcelo, que admitiu a possibilidade de apoiar a candidatura do peemedebista Veneziano Vital do Rêgo na disputa pela sucessão estadual em 2014 gerou desdobramentos negativos junto a um dos filiados da legenda. Trata-se do deputado estadual José Aldemir (PEN), que insatisfeito com a possibilidade anunciou um ‘grito de independência’, caso o apoio do PEN ao PMDB no próximo pleito seja concretizado.

Com bases eleitorais no Sertão do Estado, o deputado que fará campanha independente se o Partido Ecológico Nacional (PEN) se aliar Veneziano

Segundo o parlamentar, sua base política não apóia o candidato peemedebista Veneziano, e por isso não poderá ficar contra os seus aliados.
“Se em 2014, apenas Veneziano Vital e Ricardo Coutinho disputarem o Governo do Estado, eu não votarei nem em Ricardo Coutinho, nem em Veneziano”, afirmou.

Aldemir ameaçou ainda fazer uma campanha totalmente independente.

“Eu iria fazer minha campanha de faixa própria, só de deputado estadual, sem subir no palanque de ninguém”, avisou.

O parlamentar tem apregoado insistentemente a candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo em 2014 e aposta todas as suas fichas na decisão do tucano.

Ontem, sem fazer muito arrodeio, o presidente da ALPB e do PEN, Ricardo Marcelo, reafirmou que está aberto ao diálogo com todos os partidos e lideranças, pois quer colaborar para a construção de um projeto que tenha como principal objetivo promover o desenvolvimento da Paraíba.

“A política é a arte de dialogar, conviver e respeitar as diferenças e dentro do PEN exercitamos muito bem isso. Em comum, nós temos essa vontade de fazer política de forma responsável e colaborar para a construção de um Estado com mais justiça social e igualdade de oportunidades”, disse o dirigente o PEN.

Com esse pensamento e já projetando 2014, Ricardo Marcelo, deixou claro que o PEN está aberto para celebrar alianças com o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) – caso o tucano seja candidato – ou com o ex-prefeito de Campina Grande Veneziano Vital, pré-candidato a governador pelo PMDB.

Ele está disposto a apoiar qualquer um dos dois. “Os dois são lideranças forte na Paraíba e ambos são meu amigo. Afinal, política é a arte de dialogar, conviver e respeitar as diferenças e dentro do PEN exercitamos muito bem isso” disse. O deputado revelou ainda que o projeto do PEN é fazer política de forma responsável e colaborar para a construção de um Estado com mais justiça social e igualdade de oportunidades.

 

Márcia Dias

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ganhador de enquete como o nome a ter o apoio de Cartaxo em 2020, Durval Ferreira mudará de sigla

Ganhador de uma enquete realizada pelo portal PB Agora o vereador licenciado e atual secretário de Ciência e Tecnologia da prefeitura de João Pessoa, Durval Ferreira (PP) que teve o…

Análise: clã Cunha Lima inicia “ensaio” para voltar ao Governo da PB com Pedro

O protagonismo político do clã Cunha Lima na Paraíba foi, de certa forma, sepultado com a amarga derrota do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que, no pleito de 2018, em…