Depois do vice líder na Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador Alexandre do Sindicato (PHS), agora foi a vez de outro governista, o vereador, Pimentel Filho, (PSD), defender uma aproximação institucional do agrupamento político liderado pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD), com o governador da Paraíba, João Azevedo (PSB).

De acordo com Pimentel, é possível sim haver uma união que possa trazer melhorias para a cidade, e ela será bem-vinda.
“Qual o problema?”- questionou o parlamentar.

Pimentel disse ainda que João Azevedo é bem diferente de seu antecessor, o ex-governador Ricardo Coutinho, também do PSB, e faz questão de frisar isso.

O vereador disse também que não foi eleito para ser situação ou oposição, ele foi eleito na situação ou na oposição, o que, na visão dele, é diferente.

“Eu, como político, não me diminuo. Não vou me apequenar nessa questão de ser apenas vereador de situação ou de oposição. Eu fui eleito para trabalhar pelo povo de Campina Grande”, enfatizou.
Recente,mente vereador Alexandre do Sindicato também defendeu uma aproximação administrativa com o governador João Azevedo (PSB).

Para ele, o momento é propício aos dois gestores sentarem à mesa e debaterem os problemas de Campina Grande.
 – Qualquer tipo de aproximação que venha a somar para o município de Campina Grande é muito bem vinda – disse.
Alexandre ressaltou que na tem nenhuma restrição ao governador, a quem classificou com uma “pessoa de diálogo”.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PT-PB aponta “guerra das oligarquias” dentro do grupo de Romero

Por meio das suas redes sociais o presidente estadual do PT-PB Jackson Macedo voltou ontem (09), a usar uma matéria do portal, para expressar seu lamentos sobre o que estipulou…

Raoni Mendes apresenta integrantes de equipe para construção do plano de metas

O pré-candidato à prefeitura de João Pessoa, Raoni Mendes (DEM), anunciou, nesta quinta-feira (9), novos nomes que vão compor sua equipe para a construção do Plano de Metas e que…