Por pbagora.com.br

As denúncias do Ministério Público da Paraíba (MPPB) que decorreram das novas fases da Operação Calvário, denominada ‘A Origem’, que aconteceram na manhã desta quinta-feira (04), também atingem o  ex-governador Ricardo Coutinho além de mais 30 pessoas.

De acordo com as informações apesar de não ter sido alvo de nenhum mandado no dia de hoje, Ricardo foi citado novamente nas denúncias  e segundo delação do ex-secretário Waldson Souza, estava ciente e era conivente com todas as negociações de propinas.

Na primeira denúncia, além de Ricardo foram citados Coriolano Coutinho; o ex-procurador geral do Estado Gilberto Carneiro; a ex-prefeita do Conde Márcia Lucena; a ex-secretária de Administração Livânia Farias; o ex-secretário executivo do Turismo Ivan Burity; Leandro Nunes; o ex-presidente estadual do PSB Edvaldo Rosas; Maria Laura; Aparecida de Fátima Uchôa Rangel; Vladimir Neiva; Jadson Alexandre; Marcos Aurélio Paiva; Raul Maia; Pietro Harley; e o ex-secretário de Saúde Waldson  Souza.

Na segunda denúncia  foram citados Coriolano Coutinho; Pietro Harley; Camila Gabriella; Ednazete Raulino; Josefa Dias Barros; José Wamberto de Lima Barros; Patrício Farias Leite; Patrício Freires de Lima; Geruza Benedita de Carvalho; Luiz de Sousa Júnior; Ivo Peron Rocha; Carlos Antônio Rangel Júnior; Kallina Lígia Palitot; Maria Lídia Rezende; Givanilda Nicolau Diniz; Gilberto Cruz de Araújo e Givago Correia Barbosa.

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: deputados negacionistas não contribuem com Cícero e Azevêdo

O ser humano é quase um “objeto”. Objeto complexo que pensa saber pensar. Contudo, nada sabe, ou sabe muito pouco. Existe a bondade, mas as atitudes atrozes que plantou, germinou…