Por pbagora.com.br

O prefeito afastado de Patos, Dinaldinho, foi denunciado, nesta terça-feira (16), pelo Ministério Público da Paraíba por falsidade ideológica, por ter inserido declaração falsa em documento público, segundo a autarquia. Em nota divulgada no início da noite, o gestor disse confiar na Justiça.

A denúncia do MPPB é baseada no procedimento investigatório criminal instaurado pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa (Ccrimp/MPPB). Foi comprovado na investigação que no dia 15 de maio de 2018, o prefeito afastado assinou documento público apresentado no Tribunal de Justiça da Paraíba afirmando a regularidade do Município de Patos quanto ao pagamento de precatórios municipais.

Na nota, Dinaldinho explica que não foi citado neste processo, mas ficou surpreso que “às vésperas de o Tribunal julgar meu retorno para o cargo de Prefeito de Patos, estando afastado há 1 ano e 10 meses (sem qualquer condenação transitada em julgado), o MPPB ofereça nova denúncia”, declarou.

Confira nota:

Não fui citado ainda deste processo. Só me surpreende que, às vésperas de o Tribunal julgar meu retorno para o cargo de Prefeito de Patos, estando afastado há 1 ano e 10 meses (sem qualquer condenação transitada em julgado), o MPPB ofereça nova denúncia.

Acredito muito, mas muito mesmo na imparcialidade da nossa Justiça e do Ministério Público da Paraíba.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: isolado no MDB, Nilvan deve migrar para o PSDB a convite de Pedro

Aprendi, desde cedo, que dependendo do caso, somar ou multiplicar é mais viável que subtrair. Então, tendo a chance de trazer uma quantidade maior de números para certa finalidade, como…

Mesmo com afastamento do PSD do Governo Federal, Romero defende reeleição de Bolsonaro

Apesar do distanciamento do PSD Nacional do governo Bolsonaro, na Paraíba, o presidente estadual da legenda, o ex-prefeito Romero Rodrigues (PSD) já avisou que vai continuar defendendo a reeleição do…