O Blog do Célio Alves destaque no Curimatau da Paraíba trouxe uma denúncia neste fim de semana. De acordo com informações, o deputado estadual Bado Venâncio (PEN), provisoriamente exercendo o mandato do colega Aníbal Marcolino. Integrante da ‘Caravana da Saúde’ – que tem fiscalizado hospitais administrados pelo Estado -, fechou os olhos para a sofrível situação do Hospital Nossa Senhora das Mercês, pertencente ao Município de Cuité, cidade governada por sua esposa, Euda Fabiana (PMDB).

 

Se gundo denúncias do Blog, a unidade hospitalar convive com a falta de medicamentos e de profissionais. Médico cuiteense, o ex-prefeito Jaime Filho, que atende na vizinha cidade de Picuí, afirma que há 5 meses o Hospital Nossa Senhora das Mercês não realiza cirurgias, e que os pacientes têm que comprar remédios como dipirona e soro. Em Picuí, Dr Jaime recebe centenas de pacientes de Cuité. Muitos também recorrem à cidade de Campina Grande.

 

Pelos cofres do Município de Cuité passam os recursos de outros da região, por ele ser gestão plena em saúde, mas nem isso é capaz de levar à estruturação de uma rede de serviços que permita atender bem seus habitantes e os das cidades vizinhas.

 

Do programa ‘Mais Médicos’, do governo federal, por exemplo, Cuité ficou de fora, embora, na inspeção ao Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, em
João Pessoa, o deputado Bado Venâncio tenha perguntado ao diretor administrativo da unidade, Edvan Benevides, como ele conseguia contratar médicos, visto que em Cuité faltavam profissionais.

 

Desde o início do ano que as obras de uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento -, cujos recursos federais estão assegurados, foram paralisadas, apesar de o investimento ter sido mote da campanha de reeleição da prefeita.

 

No final de setembro último, o deputado Bado Venâncio sofreu uma condenação judicial referente ao período em que foi prefeito de Cuité. A Justiça Federal entendeu que ele praticou o crime de improbidade administrativa devido a irregularidades na execução de um convênio com o Ministério da Saúde.

 

Na Justiça Estadual, o deputado figura como réu em quase duas dezenas de processos, a maioria deles por improbidade ou dívida fiscal.

 

Redação com Blog do Célio Alves

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Tudo vai depender da situação de cada município”, diz Wilson sobre efeitos das mudanças em 2020

Indicado pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, como o coordenador  no Nordeste  responsável pelas eleições municipais de 2020, o deputado federal paraibano e presidente estadual do PTB Wilson Santiago,…

Deputada estadual exonera assessor acusado de assédio

A deputada estadual Doutora Paula (PP) exonerou um de seus assessores, após ele ser acusado de assédio sexual e de divulgar nas redes um vídeo íntimo da mulher assediada. O…