Por pbagora.com.br

Foi adiada para a próxima segunda-feira (19), a análise da resolução que define as novas regras para a eleição suplementar em Cabedelo.

De acordo com o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) o adiamento se deu por um pedido do corregedor Regional Eleitoral, José Ricardo Porto, para que os magistrados tenham mais tempo para apreciar a nova resolução.

Os prazos para a eleição suplementar estão sendo reavaliados após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspender as eleições que estavam marcadas para o dia 9 de dezembro.

O pedido de suspensão foi feito pelo Partido dos Trabalhadores de Cabedelo, que impetrou mandado, com pedido de liminar, questionando os prazos eleitorais previstos nas Resoluções 23/2018 e 24/2018 expedidas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB).

O prefeito interino do município, Vitor Hugo, se manifestou a respeito do mandado do PT  e declarou que a oposição estaria com medo de enfretá-lo nas urnas.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Notícias relacionadas

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…

Ao lado de Aguinaldo, prefeito pede a ministro recursos para Saúde de São José de Espinharas

Neste sábado (17) o Prefeito de São José de Espinharas, Netto Gomes (Progressistas), participou juntamente com o deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) da visita…