Por pbagora.com.br

O deputado federal Vital do Rego Filho (PMDB-PB) afirmou nesta quinta-feira (24) que a decisão a ser tomada pelo prefeito Veneziano Vital do Rego em relação ao seu futuro político é “uma decisão de grupo”. Segundo ele, Veneziano está conversando com os companheiros de partido e do seu grupo político e, até o final do mês, deve decidir sobe uma eventual candidatura no ano que vem.

Segundo Vitalzinho, este é o mês decisivo para o grupo, até por obrigações legais. “Até o final do mês Veneziano vai tomar uma posição. Ele tá maturando isso, ta ouvindo. A decisão que ele vai tomar será uma decisão de caráter político e de grupo. Nós sempre repetimos que trabalhamos em equipe. Todo o conjunto de vereadores, de deputados que compõem o PMDB tem esse sentimento de equipe”.

Ele afirmou que, a partir da decisão de Veneziano, o grupo tomará as outras decisões. “A partir da decisão de Veneziano virão a minha, a de meu pai (Vital do Rego), a dos deputados estaduais e federais. Enfim: virão as decisões de todos nós que temos o compromisso de estar juntos, independente de qualquer posição em que possa estar”.

Vitalzinho disse que, neste momento, estava “absolutamente tranqüilo, porém ansioso, como todo o Estado está”. Ele destacou que Veneziano faz parte de uma nova geração. “É uma liderança que surgiu com muita força, muita empatia, carisma, ação. Ele representa efetivamente toda a nossa esperança, do grupo do governador José Maranhão, do PMDB, para o futuro”.

O parlamentar finalizou dizendo que só tomará qualquer decisão em relação ao seu próprio futuro político após a decisão de Veneziano. “Como falei, estamos aguardando, da iniciativa de Veneziano, uma resposta a esse compromisso e aí, por cascata, virão outras decisões de todos nós que estamos nesta luta”.

Ele adiantou que está à disposição do partido para disputar a eleição, da melhor forma que o PMDB determinar. “Posso estar onde estou, num posto que me foi conferido com a maior votação do estado e pelo qual procuro fazer pela Paraíba, o que me honraria muito, como posso ir para a luta em uma eleição majoritária, do Senado, se essa for a decisão do PMDB e do nosso grupo, de todos os que estão militando neste momento. Porém, como digo sempre, esta é uma decisão que não é minha, é do grupo e do prefeito Veneziano”.

 

Redação com Ascom

Notícias relacionadas

Emenda de Daniella Ribeiro vai beneficiar profissionais do setor de eventos no Pronampe

Pedido de inclusão vai permitir acesso a crédito para quem trabalha na área; PL segue para sanção presidencial Uma emenda apresentada pela senadora Daniella Ribeiro permitirá que profissionais do setor…

Prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior, testa positivo para a Covid-19

O prefeito da cidade de Pedras de Fogo, Manoel Junior (Solidariedade), confirmou nesta terça-feira (11) através das suas redes sociais, que positivou para a Covid-19. De acordo com o gestor,…