A Paraíba o tempo todo  |

…….De pai para filha: Ex-auxiliar do prefeito de Campina é envolvido em nova denúncia

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Apesar de já ter sido representado junto ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), por uma denúncia de nepotismo, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), permitiu que deputado estadual licenciado Manoel Ludgério e ex- Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal de Campina Grande deixasse na mesma pasta a filha do parlamentar licenciado.

 

Ocorre que Manoel Ludgério, que foi nomeado por Romero para o cargo em 12 de julho de 2016, deixou sua filha Anna Heloysa  Almeida de Andrade Ludgério, nomeada para o Cargo em Provimento de Assessor de Política, Símbolo CAP1, lotada no Gabinete do Prefeito desde 02 de fevereiro de 2015 á dezembro de 2016. Ou seja, de julho a dezembro de 2016, Manoel que chefiava o gabinete do prefeito também era chefe da sua filha, o que pode caracterizar concessão de privilégio a parente no funcionalismo público municipal, o que pode vir a ferir a legislação vigente.

 

Em janeiro de 2016, Anna Heloysa Almeida de Andrade Ludgério recebia do gabinete do prefeito R$ 3.078,00. Há poucos dias o deputado estadual Manoel Ludgério(PSD), se viu envolto em uma polêmica. Ele tinha afirmado em entrevista que foi o responsável pela indicação de vários amigos, parentes e correligionários do prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho na Prefeitura Municipal de Campina Grande e Câmara Municipal de Campina Grande, que totalizava R$ 13 mil mensalmente dos cofres do executivo campinense. Muitos desses assessores, segundo ele não davam expediente e recebiam altos salários.

 

Nepotismo na PMCG – Recentemente o TCE, recebeu denúncia, onde apontou o fato de o prefeito Romero Rodrigues Veiga ter indicado Betânia Ligia de Araújo, tia da primeira dama, esposa do gestor em questão, para exercer o cargo de provimento em comissão de Gerente da Vigilância Sanitária, conforme informações extraídas do Sagres acostadas ao processo.

 

Da mesma forma, consta na denúncia a contratação de Izabel Maria Veiga de Oliveira, irmã do gestor Romero Rodrigues Veiga, estando descrita em matérias da PMCG publicadas no próprio site da Prefeitura pela Coordenadoria de Comunicação – CODECOM, ocupando o cargo de Coordenadora do Programa Mais Educação, junto à Secretaria de Educação do município de Campina Grande – PB, por nomeação do citado prefeito.

 

Também consta na denúncia que a Sra. Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo, identificada como cunhada do gestor, exerce o cargo de Assessora Política, cargo em provimento de comissão, lotada no Gabinete do Prefeito.

 

A denúncia apresenta ainda a Sra. Carine Moura, irmã da primeira dama do município, Micheline Rodrigues, ocupando o cargo de Gerente de Abastecimento Farmacêutico da Secretaria de Saúde de Campina Grande – PB, cargo em provimento de comissão, também nomeada pelo cunhado, o prefeito Romero Rodrigues, como se depreende dos documentos acostados à denúncia.

 

""""""

 

 

Redação

 

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe