A união das oposições para o pleito de 2014 está praticamente firmada, mas deve acontecer apenas no segundo turno das eleições estaduais. Pelo menos é esse o pensamento, tanto do ex-governador José Maranhão (PMDB), que preside o partido na Paraíba, quanto da deputada estadual Daniella Ribeiro, que integra o chamado blocão, composto pelo PP, PT e PSC.

Assim como para José Maranhão, para a pepista Daniella Ribeiro, a união no primeiro turno das eleições está descartada já que o PMDB já tem uma candidatura própria apresentada através do nome do ex-prefeito Veneziano Vital.

Daniela salientou que o grupo de partidos que integram o blocão está construindo propostas para a Paraíba e que a discussão dos pré-candidatos ainda será realizada, diferente do PMDB, que já apresentou seu candidato. 

“Há uma dificuldade inicial, pois o PMDB tem uma pré candidatura posta e isso inviabiliza a aliança, porque nós, integrantes do blocão, acordamos que não haveria imposição de candidatura. Esta será feita a partir da indicação de cada partido, de pesquisas em que cada legenda apresentará uma opção que se identifique com aquilo que temos em mente como projeto de desenvolvimento para a Paraíba”, falou.

A pepista destacou ainda que no segundo turno estará ao lado da oposição e se o PMDB for à opção não haverá problemas para subirem no mesmo palanque até porque todos fazem parte da base governista que deseja a reeleição da presidente Dilma Rouseff (PT).

A deputada Daniela Ribeiro afirmou ainda que o Blocão formado por PP, PT e PSC está aberto para novas alianças e atualmente está conversando com o PEN de Ricardo Marcelo e o PTB de Wilson Santiago.



Márcia Dias

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…

Análise: Galdino acredita na reconciliação de RC e João, e PSB sabe a importância dos líderes para 2020

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), deu a senha que aterroriza alguns setores da política paraibana. A real possibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho, e seu sucessor,…