Por pbagora.com.br

O resultado das eleições municipais deste ano pode modificar as bancadas na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), e mudar a representação do mapa geopolítico do Estado a partir de 1º de janeiro de 2021. Pelo menos seis deputados estaduais disputam prefeituras no pleito de 15 de novembro, e dependendo do resultado das urnas, podem não voltar mais para a Casa de Epitácio Pessoa, e abrir vagas para seus suplentes.

São candidatos a prefeito,  Branco Mendes (Podemos) na cidade de Alhandra, Galego Sousa (Podemos). na cidade de São Bento, Nabor Wanderley (PRB) em Patos, Wallber Virgulino  (Patriota) e Anísio Maia  candidatos na Capital João Pessoa, além de Inácio Falcão (PCdB) em Campina Grande.

Entre os suplentes que estão na torcida pela “dança das cadeiras”, após o resultado das eleições municipais deste ano, destaques para Jane Panta, (PP); Trocolli Junior (Podemos), Jacó Maciel (Avante) e até o presidente do Podemos, o vereador Galego do Leite, que disputa à reeleição de vereador em Campina Grande.

Os suplentes também vivem a expectativa de que alguns deputados sejam chamados para ocupar secretarias, visto que  muitos têm parentes como deputado, a exemplo do presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB), que apoia a sua esposa Eliane Galdino, candidata a prefeita de Pocinhos; Buba Germano, cuja esposa  Gilma Germano, disputa a prefeitura de Picuí; Raniery Paulino, que apoia a candidatura de seu pai, o ex governador Raniery Paulinho, candidato a prefeito de Guarabira. e Tião Gomes, que apoia a candidatura de sua filha  Aparecida Gomes, candidata a prefeita de Areia, entre outros nomes.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero volta a colocar o nome à disposição para eleições 2022

Após fazer o seu sucessor na Prefeitura Municipal de Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues, do PSD, já está de olhos no processo eleitoral de 2022. Romero disse que seu…

Covid-19 causa morte de Dráuzio Macêdo, sindicalista e assessor da CMJP

Morreu na noite de ontem, 02, o ex-sindicalista Dráuzio Rodrigues de Macêdo, de 53 anos, mais uma vitima da Covid-19. Ele trabalhava atualmente na Câmara Municipal de João Pessoa onde…