Por pbagora.com.br

 Irmão de presidente da Federação da Indústria do Estado da Paraíba (FIEP), Buega Gadelha e do ex-deputado Marcondes Gadelha, o diretor da Faculdade de Ciências Sociais de Campina Grande (FACISA), Dalton Gadelha, disse que as eleições este ano serão difíceis para todos os candidatos e que não arriscaria a fazer um prognóstico.

Em entrevista a rádio Campina FM, Dalton deixou transparecer que a família Gadelha ainda não decidiu quem irá apoiar nas eleições deste ano.
– Eu acho a eleição, independente de qualquer coisa, de difícil prognóstico. Eu vejo uma coisa muito esquisita do eleitor que diz que vai votar em Dilma, mas quer uma renovação, e aqui na Paraíba, o segundo vai ser mano a mano, eu não arriscaria um prognóstico – opinou.
Vale lembrar que o suplente de deputado Leonardo Gadelha, está sendo cotado para ser o candidato a vice na chapa a ser encabeçada por Veneziano Vital do Rêgo.

PB Agora

Notícias relacionadas

Mudança no sistema eleitoral deve colocar Ana Cláudia no MDB para disputar vaga na Câmara Federal, em 2022

O Debate no Sistema Eleitoral que exclui partidos pequenos para a disputa de 2022 deve forçar a secretária Ana Cláudia Vital do Rêgo a trocar o Podemos pelo MDB para…

Com nova festa, Bolsonaro e ministros desmoralizam apelo de Queiroga

Em reunião com prefeitos realizada nesta semana, o ministro da Saúde, o médico paraibano Marcelo Queiroga, responsabilizou os brasileiros que desrespeitam restrições sanitárias pelo avanço das mortes de Covid-19 no…