A proposta do deputado estadual Nabor Wanderley, do PRB, para implantar o Orçamento Impositivo, que obriga o Governo do Estado a investir uma parcela dos recursos nas demandas propostas pelos deputados estaduais está ganhando a adesão tanto de governistas quanto de situacionistas e pode, inclusive, ser aprovada a unanimidade nos próximos dias.

Isto porque, além do autor da proposta, de oposicionistas e do presidente da Casa, Adriano Galdino, os parlamentares de primeiro mandato, os chamados novatos, também não escondem a simpatia pela proposta, que garantirá, sobretudo, atenção às suas bases políticas no interior do Estad.

É o caso do deputado estadual Chió, que saiu em defesa da proposta e já sinalizou que votará a favor da mudança. Para ele é importante que deputados também influenciem na destinação dos recursos a fim de atenderem às demandas de suas bases.

“Ontem estava vendo uma entrevista do deputado do Rio de Janeiro, Rodrigo Maia e isso também aconteceu em Brasília, ele falava do poder legislativo também poder influir nas suas bases políticas, levar desenvolvimento, levar infraestrutura, eu acho que é necessário a gente fazer isso, a gente tem essa necessidade, e eu que estou no Brejo e Curimataú, a gente recebe demandas da população, eu acho que é justo a gente poder descentralizar o orçamento”, disse.

Chió ainda alerta para uma questão de justiça aliada à igualdade entre os espaços geográficos.

“O orçamento não pode ficar concentrado nem na mão de poucos nem em uma ou duas cidades, o orçamento tem que ser para todo povo paraibano”, arrematou.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Liminar da PB Prev poder ser julgada a qualquer instante no STF

O Supremo Tribunal Federal pode julgar a qualquer momento a liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba que determinou a suspensão da tramitação do projeto de Reforma da Previdência…

Senado aprova PEC que reduz poder do Executivo em repasse a municípios

A proposta de emenda à Constituição (PEC 48/2019) que aumenta o poder de deputados e senadores na destinação de verbas para estados e municípios foi aprovada pelo Senado nesta quarta-feira…