Por pbagora.com.br

As CPIs contra a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) não tem previsão de serem analisadas nessa nova legislatura.

O novo presidente da Casa, Marcos Vinícius (PSDB) disse que irá conversar com o ex-presidente do parlamento, Durval Ferreira (PP) para se inteirar do assunto, mas acredita que todas já tenham sido arquivadas, sobretudo pelo tempo que já transcorreu desde que seus pedidos foram protocolados.

“Não tenho conhecimento. As CPIs que existiam, na verdade, foi na gestão passada, eu vou conversar com Durval, mas creio que todas elas já tenham sido arquivadas, até mesmo pelo tempo”, disse Marcos.

Uma das CPIs mais esperadas era a da Lagoa. Nela existe a suspeita de um desvio de R$ 10 milhões das obras da Lagoa que até hoje põe em xeque a lisura da execução do serviço.

Por enquanto as investigações seguem em stand by. Das cinco CPIs, três foram protocoladas pela bancada de situação e duas requisitadas pela bancada governista.

Entre as comissões estão a CPI do Lixo; a referente às obras da Lagoa; a que apura a compra de carteiras e outra de livros; a da Cagepa, que estaria poluindo rios da Capital.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Preocupação de Veneziano Vital com Licenciamento Ambiental repercute nacionalmente

Poucas horas depois de aprovado na Câmara dos Deputados o texto base do Projeto de Lei nº 3.729, de 2004, que dispõe sobre o Licenciamento Ambiental, o Vice-Presidente do Senado…

Inclusão social: João entrega ginásio do Instituto dos Cegos

O governador João Azevêdo esteve, nesta segunda-feira (17), no Instituto dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha (ICPAC), em João Pessoa, ocasião em que entregou o ginásio paradesportivo José Belarmino de…