Por pbagora.com.br

O presidente da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba, Ricardo Marcelo, colocou panos quentes na tentativa de Instalação da CPI da Pedofilia na Casa de Epitácio Pessoa e avisou que não irá permitir a instalação da Comissão “á toque de caixa”. De acordo com o parlamentar, o assunto é delicado e precisa ser melhor analisado.

“Não iremos transformar a ALPB em palanque político, esse assunto precisa ser melhor analisado”, falou.

Na manhã desta terça-feira (13), o deputado Nivaldo Manoel (PMDB), autor da propositura, voltou a defender a instalação da CPI na Casa, mesmo que seja durante o período eleitoral.

“Tenho 22 assinaturas e irei consultar a assessoria, pois é importante que instalemos a Comissão para que os abusos contra as crianças não continuem a existir”, defendeu.

Como medida drástica, o parlamentar também voltou a defender a castração para os condenados pela prática.

Nivaldo Manoel aproveitou para comemorar os 20 anos do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, comemorado nesta terça-feira

 

Márcia Dias/ Henrique Lima

PB Agora
 

Notícias relacionadas

2022: mais de 50 prefeitos devem anunciar, nos próximos dias, apoio a Efraim Filho para Senado

De olho na disputa pela única vaga ao Senado Federal em 2022, o deputado federal Efraim Filho (DEM) movimenta as articulações políticas já agora, para garantir uma base sólida e…

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…