A Paraíba o tempo todo  |

Covid-19: Veneziano sugere inclusão de mais grupos entre os prioritários para vacina

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) está sugerindo ao Ministério da Saúde a inclusão das pessoas com deficiência ou que tenham síndromes e doenças raras entre os grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19. Veneziano está em Brasília e nesta quarta-feira (16), pelo fato de estar de licença até janeiro, manteve contato com vários senadores, sobretudo aqueles que tem formação na área de saúde, para que formalizem apoio à sua sugestão.

Veneziano também conversou com o presidente do Senado Federal, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), para a sugestão ao Ministério da Saúde seja feita formalmente pela Casa. A ideia visa beneficiar milhares de brasileiros que tem algum tipo de deficiência, síndrome ou doença rara entre os grupos prioritários, considerando que, em alguns casos, são pessoas mais vulneráveis a doenças e, consequentemente, à Covid-19.

“Nós estamos de licença até janeiro, mas estou em Brasília articulando essa sugestão por entender que ela é de grande importância para este grupo de pessoas, muitas delas mais vulneráveis e com baixa imunidade. Conversei com vários colegas senadores, sobretudo aqueles da área médica, e também com o presidente Davi Alcolumbre, para que a sugestão ao Ministério da Saúde seja feita em nome do Senado Federal”, afirmou o parlamentar paraibano.

Veneziano também defende que, além de incluir as pessoas com deficiência, síndromes e doenças raras nos grupos prioritários para receber a vacina contra a Coviod-19, o governo ofereça os meios necessários e adequados para que estas pessoas sejam vacinadas, considerando que muitas delas tem dificuldades de locomoção ou outras dificuldades. “São pessoas que, por lei, já tem prioridade em muitas situações do dia a dia. Então, o governo deve garantir a prioridade na vacinação e, também, as condições para que estas pessoas sejam vacinadas”.

Entretanto, o senador paraibano entende que a vacina deve ser priorizada para estes grupos de pessoas, desde que elas não apresentem contraindicação à vacina. Assim, para garantir segurança às pessoas que irão ser vacinadas, sugere que a vacina seja aplicada “sob indicação e prescrição médica”.

Dentre os grupos a serem beneficiados estão pessoas com deficiência física, auditiva, visual, intelectual e múltipla, autistas, pessoas com paralisia cerebral, microcefalia, síndrome de Down, síndrome de Turner, síndrome de Klinefelter, síndrome de Patau, síndrome de Edwards, dentre outras, além das pessoas portadoras de doenças raras.

Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe