Durante entrevista nesse final de semana, o governador João Azevêdo (Cidadania) lamentou a falta de pulso firme do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), no combate ao novo coronavírus. Nas últimas horas o país ultrapassou a marca das 10 mil mortes e os números só tendem a aumentar.

“O que precisávamos é que a maior liderança do país tomasse a frente e não nas entrevistas fosse brigar ou ofender jornalistas, agredir pessoas, governadores e prefeitos que estão pensando diferente, mas puxasse para si a responsabilidade de comandar o processo de combate à pandemia e não é isso que estamos vendo”, desabafou.

Para o governador, Bolsonaro deveria começar a visitar hospitais em vez de fazer aglomerações visitando padarias.

“Já que ele gosta tanto de sair, seria bom que ele visitasse os hospitais do Rio de Janeiro, de São Paulo, para ver o que está acontecendo com quem está na ponta”, emendou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tréplica: em nota, associação do MP repudia declarações de RC contra entidade

A Associação Paraibana do Ministério Público (APMP) divulgou, nesta segunda-feira (25), nota de repúdio para rebater as declarações do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), em ‘live’ pelas redes sociais…

Governador confirma planejamento para retomada da economia e ‘novo normal’

O Governo da Paraíba iniciou os estudos para implantar o ‘novo normal’ no Estado para a retomada econômica no pós-pandemia. A informação foi revelada pelo governador João Azevêdo (Cidadania), em…