Por pbagora.com.br

O corpo do deputado federal João Herrmann Neto (PDT-SP) é velado na noite deste domingo (12) na prefeitura de Campinas, interior de São Paulo.

 

O parlamentar, de 63 anos, foi encontrado morto na piscina de sua fazenda, no município de Presidente Alves, próximo a Bauru.

 

O presidente Lula esteve presente ao velório. Chegou por volta das 19h30, acompanhado do ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Franklin Martins, e do ministro das Relações Institucionais, José Múcio.

 

Depois de ficar no local por cerca de 40 minutos, o presidente foi embora sem falar com os jornalistas.

 

O corpo do deputado será transferido para o cemitério Parque Flamboyant, onde será enterrado nesta segunda-feira (13).

 

Mais cedo, Lula também compareceu ao velório do deputado federal Carlos Wilson (PT-PE), que faleceu no Recife, aos 59 anos. Wilson estava internado havia mais de um mês para tratamento de um câncer.

 

Choque térmico

Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, Herrmann mergulhou na piscina após uma sauna.

 

A assessoria disse ainda que um laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que o parlamentar teve edema pulmonar agudo. Quando foi encontrado, ele apresentava um corte na testa. Mas, de acordo com a assesssoria, isso não foi apontado como causa da morte.

Lula e Lupi lamentam morte

Em nota oficial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a morte do deputado. “Recebi com pesar a notícia do falecimento do companheiro e amigo João Herrmann. Sua vitalidade, ousadia e disposição de luta sempre foram uma marca de personalidade. Companheiro e aliado nas lutas contra o regime autoritário, solidário nas horas difíceis e leal, ele sempre se alinhou ao lado da justiça social. É uma grande perda para a política brasileira. Meu lamento profundo e condolências à família e aos amigos”, diz a nota.

 

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, também lamentou a morte do parlamentar. “Era um companheiro de partido, sempre lutou pela democracia, sempre foi de esquerda”, disse.

 

Herrmann, que foi prefeito de Piracicaba de 1977 a 1982, deixou esposa e cinco filhos. Ele estava no quinto mandato como deputado federal. O parlamentar foi filiado ao MDB, PMDB, PSB, PPS e PDT.

G1

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Ruy defende volta do auxílio emergencial durante visita a mercado público em JP

Mantendo o ritmo de atividades para conversar e ouvir as necessidades da população, o deputado federal Ruy Carneiro visitou o Mercado Público de Mangabeira e defendeu a volta do auxílio…

Manifestantes realizam carreata em JP pedindo o impeachment de Bolsonaro

Na tarde deste sábado (23), movimentos sociais e partidos políticos realizam uma carreata em João Pessoa pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. A manifestação teve início na Praça da…