Por pbagora.com.br

Fortalecer a atuação institucional. Esta é a principal meta da administração do Ministério Público da Paraíba para 2019, conforme o procurador- geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho. Entre as perspectivas para o novo ano estão a conclusão do concurso para promotor de Justiça substituto e a nomeação de mais servidores aprovados no certame realizado em 2015, em cumprimento ao acordo com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

 

O procurador-geral também fez um balanço positivo da atuação institucional em 2018 destacando diversas ações realizadas, como as operações do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), as denúncias oferecidas pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa (Ccrimp) e os projetos do planejamento estratégico.

 

Quando indagado sobre qual o balanço fez de 2018? Disse: “Nós avaliamos como extremamente positivo nas diversas áreas do MP, apesar das dificuldades existentes ao longo do ano, em termos de orçamento. Na área institucional, houve uma atuação muito efetiva do Gaeco, com diversas operações no Estado; a Comissão de Combate aos crimes de Responsabilidade com o oferecimento de quase 50 denúncias contra gestores públicos com prerrogativa de foro privilegiado. Na parte institucional também tivemos linhas de atuação em projetos do MP, que vão desde áreas como infância e juventude, passando pelo patrimônio público, saúde, meio ambiente”, afirmou.

 

Sobre as, que ações devem ser implementadas, em 2019 ele comentou: “A primeira prioridade sempre é a atuação institucional. Disse, desde o início, quando fui candidato, que o foco era a atuação institucional. Claro que, para isso, precisamos nos organizar internamente. Precisávamos reorganizar o quadro de membros, e assim fizemos; precisávamos reorganizar o quadro de servidores, e assim fizemos. Nós virtualizamos. Chegamos à instituição com 30% virtualizado e coloquei como meta, em um ano, chegar a 100%. Não chegamos em um ano e sim em 14 meses, mas virtualizamos 100% da instituição. Com uma instituição virtualizada, conseguimos trabalhar de forma muito mais efetiva e dar um resultado muito mais rápido à sociedade”, finalizou.

 

Redação


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Notícias relacionadas

PB confirma 1.392 novos casos e 25 óbitos por Covid-19 neste domingo

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste domingo (28), 1.392 casos de Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 41 (2,94%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.272 (97,06%)…

Pesquisador analisa efeito do fim das coligações que deve extinguir siglas

As eleições municipais do ano passado marcaram o fim das coligações entre partidos para a escolha dos vereadores. A medida, estabelecida pela emenda constitucional 97/2017, enfraqueceu e até representar o…