Por pbagora.com.br

Mais de 153 milhões de eleitores vão às urnas neste ano para eleger prefeitos e vereadores. Criminalização de fake news, boca de urna eletrônica e restrições aplicadas às campanhas podem aumentar número de denúncias e acirrar o pleito. Outra previsão do advogado Marcelo Weick, coordenador geral da Academia Brasileira de Direito Eleitoral (Abradep) é que ele acredita que será muito difícil que os recursos provenientes Fundo Partidário e o Fundo Especial de Campanhas Eleitorais cheguem de fato na ponta.

“A distribuição destes recursos ficarão nas capitais, nas grandes cidades e nas campanhas estratégicas para as direções partidárias nacionais. Portanto, os milhares de candidatos aos cargos de prefeito e vereador terão que criar sua rede de apoio com doações de pessoas físicas. Sem isso, será difícil colocar a campanha em pé. Tudo o que você faz em campanha tem um custo. Se vai fazer uma caminhada, o candidato vai beber água, vai ter uma pessoa do lado dele. Isso depende da estratégia”, disse Weick.

A quase 10 meses das eleições municipais, pré-candidatos começam a se organizar nos estados, e as eleições movimentam os bastidores da política. Neste ano, o pleito terá regras novas, muitas delas criadas em razão da popularização das redes sociais ou em decorrência de problemas identificados pela Justiça Eleitoral em experiências internacionais e nacionais. A principal alteração se refere às campanhas pela internet e às fake news. Apesar de a votação ocorrer apenas em outubro, o lançamento de pré-candidatos está autorizado, e políticos e partidos devem observar as regras para não infringirem a legislação.

 

Redação

Notícias relacionadas

Levantamento do PB Agora contabiliza 10 nomes cotados para disputar única vaga da Paraíba no Senado em 2022

Um levantamento feito pela reportagem do PB Agora contabilizou ao menos dez nomes cotados para ingressar na disputa pela única vaga da Paraíba no Senado Federal nas eleições de 2022.…

Projeto Social apoiado pela prefeitura de Bayeux vira chacota por erro gramatical

Por meio das suas redes sociais, a prefeita da cidade de Bayeux, Luciene Gomes (PDT), divulgou, neste fim de semana, um projeto social apoiado pela sua gestão denominado: Irmã Geni.…