O Superior Tribunal de Justiça (STJ) afastou dois conselheiros do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) do exercício de suas funções públicas. A decisão se deu após representação da Polícia Federal na Paraíba, com base em elementos obtidos nas buscas e apreensões decorrentes da sétima fase da Operação Calvário (Juízo Final).

De acordo com a decisão, a suspensão deve vigorar pelo prazo de 120 dias. Os nomes não foram revelados pela assessoria de comunicação da PF.

Ainda segundo a decisão, os investigados estão proibidos de terem acesso às instalações, bem como se comunicarem com funcionários e membros da Corte de Contas.

Ainda ontem, durante a operação, os conselheiros Nominando Diniz, Arthur Cunha Lima e André Carlo Torres (FOTO) foram alvos de busca e apreensão e tiveram computadores e telefones detidos para investigação.

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: pandemia causada pelo coronavirus zera o quadro sucessório para 2020. Aliás, haverá eleição?

O mundo parou precavido e assombrado com a pandemia do Covid-19 (coronavirus). Não foi diferente no cenário político da Paraíba: houve um desaquecimento total das pré-campanhas, até porque os pretensos…

Análise: Bolsonaro pratica a “política” da morte enquanto o mundo luta pela vida

Aliados e até mesmo auxiliares próximos de Jair Bolsonaro estão em alerta absoluto com o impacto negativo e catastrófico causado pelo presidente em toda malha social do país. Até mesmo…