Por pbagora.com.br
 
 

Com a campanha eleitoral em pleno andamento, e o dia de realização do pleito marcado para 15 de novembro, se aproximando, os candidatos a prefeito de João Pessoa, tem intensificado as promessas na caça ao voto e ao convencimento do eleitor. A área da saúde tem sido um dos focos dos prefeitáveis. O candidato Cícero Lucena (Progressistas), prometeu entregar medicamentos em domicílio para hipertensos da Capital.

“Nós temos um compromisso em ter uma saúde em João Pessoa respeitada pelo poder público. Estaremos garantindo a volta 100% dos PSFs, já que fui que implantei mais de 180 PSFs na cidade. Da mesma forma, iremos fazer a medicina preventiva com a entrega do medicamento em casa pelos Correios para aqueles que são hipertensos ou diabéticos, como também consertar o Trauminha”, disse.

Já Nilvan Ferreira do MDB prometeu fazer concurso público para área da educação, e investir na valorização do servidor.

“Fazer concurso público para a área da educação a partir de 2021, valorizar os servidores, acabar com a perseguição contra os contratados. Há um ataque aí pra fazer concurso público. Eu não vou permitir injustiça com contratados. Eu vou ter uma postura de priorizar aquelas pessoas que já estão há mais de 20 anos prestando serviço e que podem ser prejudicadas. Vai acabar perseguição a partir de janeiro em relação aos contratados. É um compromisso de valorizar o servidor público”, disse.

Ricardo Coutinho (PSB), prometeu obras de drenagem para o Esplanada.
“Uma dessas obras, assim da minha cabeça, é o viaduto ali do Altiplano. Resolver o problema de mobilidade urbana ali descendo do Altiplano direto da Beira Rio. Vou fazer isso a partir do primeiro ano. Além de outras obras como drenagem lá no conjunto Esplanada, obras de habitação, muito calçamento, né? Porque calçamento é uma obra barata e também que emprega muito. E também, ao mesmo tempo, vou estimular que as empresas ganhadoras das concorrências contratem as pessoas das próprias comunidades ”, disse.

Wallber Virgolino, prometeu auditar contratos das empresas de transporte público.

“Só vamos conseguir melhorar o transporte público em João Pessoa, quando de forma efetiva, criarmos concorrência. Primeiramente, nós temos que auditar todos os contratos. A prefeitura vai cumprir sua obrigação, mas vai exigir deveres por parte das empresas concessionárias do transporte público. Quando a gente auditar esses contratos, vamos fazer com que cumpra cláusulas que não estão sendo cumpridas. E assim melhorar o transporte público, levar acessibilidade e transporte público pra todo povo de João Pessoa. Quando nós gerarmos a concorrência, a consequência vai ser a redução nas tarifas ”, disse.

Os candidatos tem cumprindo uma intensa agenda de campanha, mesmo com as restrições impostas pela Justiça Eleitoral devido a pandemia. Tudo o que eles mais querem é que quando estiver na cabine eleitoral, diante da urna eletrônica, o eleitor opte por seu número, apertem o verde e “confirmem”.

SL
PB Agora

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Projeto prevê acompanhante para pessoas com deficiência internadas com Covid-19

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), aprovou nesta terça-feira (1º) o Projeto de Lei 2.200/2020, de autoria do deputado Wallber Virgolino, que…

Cartaxo apresenta logo mais, às 11h, dados da gestão e equipe de transição

O prefeito Luciano Cartaxo apresenta nesta quarta-feira (2), a partir das 11h, no auditório do Paço Municipal, no Centro, os dados relativos a gestão da Prefeitura de João Pessoa e…