O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) mesmo tendo se despedido via Twitter comunicando que precisava descansar, não conseguiu realizar seu intento e na manhã desta quarta-feira, às 9h30, postou a seguinte mensagem a respeito do julgamento aos embargos movidos por sua assessoria jurídica junto ao Tribunal Supeior Eleitoral (TSE): “Bom dia. Hoje não haverá sessão no TSE. Portanto os embargos poderão ser julgados amanhã. Não há razão processual para que isso não ocorra”.

Os embargos de declaração movidos pela defesa do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), contra a decisão que culminou na impugnação do registro do tucano nas eleições deste ano podem ser apreciados na sessão desta quinta-feira (11), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Cássio foi barrado pela Lei Ficha Limpa no Tribunal Regional e Superior Eleitoral e de acordo com a medida, o tucano que foi eleito com mais de 1 milhão de votos não poderá ser diplomado no cargo de Senador.

Apesar de ainda não constar na pauta, os embargos, segundo a assessoria do Ministro relator, Aldir Passarinho, podem ser apreciados a qualquer momento, o que desperta o alerta no ‘réu’ e dos eleitores que já se mobilizam em prol da diplomação do tucano.

 


 

Simone Duarte

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano repudia atitude de Bolsonaro convocando para ato contra o Congresso

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) repudiou nesta quarta-feira (26) a atitude do presidente da República, Jair Bolsonaro, de convocar a população para um ato contra o Congresso Nacional…

Após postagem de Bolsonaro, Lula cobra do Congresso ação em defesa da democracia

O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usou seu perfil numa rede social para cobrar do Congresso e da sociedade ação em defesa da democracia. A postagem…