A Paraíba o tempo todo  |

Concursado, ex-prefeito de Alhandra é demitido sumariamente por abandono de cargo

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

De acordo com o Estatuto dos Funcionários Públicos do Município de Alhandra, aprovado pela Lei 148/1993, o servidor que se ausentar durante 30 dias consecutivos do cargo ou 60 dias intercalados, durante o período de 12 meses, será demitido sumariamente do cargo que ocupa.

A legislação foi aplicada, essa semana, ao ex-prefeito da cidade, Renato Mendes, que era concursado como digitador, em ato assinado pelo atual prefeito, Marcelo Rodrigues

Segundo Marcelo Rodrigues, o ex-prefeito Mendes era servidor desde 1998 e recebia um salário base de R$ 1,1 mil, mais gratificação, mas estava há sete meses sem trabalhar.

Marcelo explicou que, nesse período, Renato foi convocado, inclusive com portaria no Diário Oficial do Município e por correspondência, mas não respondeu. Com a ausência, foi publicado a exoneração do ex-prefeito.


Renato Mendes foi prefeito de Alhandra de 2005 à 2012 – 2016 à 2020. Ele chegou a registrar candidatura à reeleição e iria disputar o pleito contra Marcelo, mas teve o registro negado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

O deputado estadual Branco Mendes (Podemos) disputou a eleição em seu lugar, porém, não obteve êxito e foi vencido em primeiro turno por Marcelo Rodrigues.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      6
      Compartilhe