Mudança de estratégia. Diante da alta concorrência no PSD, a família Ludgério já trabalha com um espécie de “plano B” para não fica fora da chapa majoritária em 2020. A disputa pelo comando político e administrativo na cidade, promete ser acirrado. Pelo menos, sete pré-candidatos da base do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), cobiçam a chave e a cadeira principal do Palácio do Bispo.

Um dos concorrentes, o deputado estadual Manoel Ludgério anunciou a sua pretensão de disputar a PMCG em 2020, visto que já foi vereador e deputado eleito pela Rainha da Borborema e estaria apto para o pleito, Esta semana ele ratificou a sua decisão, e deu sinais de que já estava pavimentando a estrada para a eleição que se avizinha com a realização de plenárias para ouvir a população nos bairros. Também garantiu que estava em busca de arregimentar forças políticas para consolidar a futura candidatura, a exemplo do PR do deputado federal Wellington Roberto.

O sonho do deputado, foi partilhado pela presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), que garantiu publicamente que a vez de Ludgério disputar o Palácio do Bispo, havia chegado, e que o parlamentar estava credenciado para encabeçar a chapa majoritária com o apoio do prefeito Romero Rodrigues.

Chegou o momento de Manoel Ludgério pleitear uma candidatura a prefeito de Campina; sua carreira política e seus serviços prestados à cidade o credenciam a postular tal candidatura”, analisou Ivonete há 15 dias atrás.

Com a possibilidade da chegada de novos “reforços” no PSD, e o aumento inevitável da concorrência, a exemplo do deputado estadual Tovar Correia, do ex deputado Bruno Cunha Lima e de mais sete vereadores, Ivonete mudou o seu discurso, e pela primeira vez admitiu entrar na corrida sucessória..

Temendo que o seu marido seja “preterido” pelo grupo político liderado pelo ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), e que tem em Romero outra grande expressão, Ivonete admitiu também abdicar de disputar à reeleição de vereadora para compor a chapa majoritária, seja como candidata a prefeita ou como vice prefeita.

Em entrevista a Rádio Panorâmica, ela afirmou que o seu nome e o seu marido, Manoel Ludgério (PSD), estão à disposição do PSD para as eleições de 2020.

Por cautela, ela destacou que prefere deixar as discussões sobre o período eleitoral para depois do Carnaval do próximo ano.

Ivonete ainda frisou que a ida do prefeito Romero Rodrigues para o PSD é muito gratificante e leva ânimo aos integrantes da legenda.

– Não é nossa intenção sair do PSD, nem a minha nem a de Manoel. Essa vinda de Romero para o PSD nos deu um novo ânimo partidário, porque de qualquer maneira fortalece muito o PSD. Estamos felizes. O meu nome e o de Manoel estão postos, mas a discussão sobre chapas vamos deixar para depois do Carnaval – disse.

 

Severino Lopes
PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Saiba quem é a deputada campeã na concessão de honrarias na ALPB

Apesar de ser um dos direitos constitucionais de cada parlamentar estadual integrante da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o elevado número de concessões de títulos e honrarias, vem preocupando os…

2020: tucano garante pré-candidatura à PMCG independente de quem Romero apoie

Irredutível, o presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento de Campina Grande, vereador licenciado Nelson Gomes Filho (PSDB), garantiu que independentemente do candidato que o prefeito Romero Rodrigues (PSD) indicar, ele…