DEMISSÃO EM MASSA: futuro governo tranquiliza prestadores com mais de 15 anos de serviço

Prestadores de serviço com mais de 15 anos não devem ser demitidos no próximo governo, conforme revelou um dos integrantes do grupo de transição do governador eleito da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). Alguns casos, no entanto, serão submetidos a análise da futura equipe governamental.

Há suspeita de que entre essa categoria de servidores públicos podem haver “fantasmas”, pessoas que têm apenas o contracheque e não aparecem para trabalhar. “Sem dúvida, existem indícios neste sentido, mas não temos certeza porque alguns dados estão sendo dificultados pelo atual governo”, afirmou o interlocutor.

O governo que será instalado no dia 1º de janeiro disse que os prestadores de serviço cumpridores de sua obrigação serão analisados com clareza e dignidade, alguns estão exercendo a função há mais de 15 anos. “Logicamente, dentro da legalidade”, ressaltou o informante.

“O governo que entrará não poderá ser conivente com isso”, complementou ao ser referir ao grande número de ocupantes de cargos comissionados que foram nomeados para trabalhar durante o período da campanha eleitoral. Esta semana, o Ministério Público recomendou a exoneração de cerca de 30 mil prestadores de serviço dentro do prazo de 45 dias.
 

 

Do paraiba.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ricardo Barbosa prevê pacificação no PSB prestes a acontecer

O líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Ricardo Barbosa, (PSB), ainda crê em superação da crise no Partido Socialista Brasileiro. Em entrevista, ele deixou claro, que torce pela…

Governador nomeia novo procurador-geral do Tribunal de Contas do Estado

O governador João Azevêdo (PSB) já escolheu o novo procurador-geral do Ministério Público de Contas do Tribunal de Contas do Estado e a indicação recai sobre o nome de Manoel…