Por pbagora.com.br

O caos e o mau uso do dinheiro público na cidade de Santa Rita não é recente. Durante 4 anos, a política local e várias práticas irregulares estamparam as capas dos meios de comunicação e a cidade ficou entregue aos inúmeros problemas que já existia e piorado em outros aspectos, foram anos de estagnação.

 

Tentando mudar essa situação calamitosa, a população elegeu o médico Emerson Panta (PSDB) para tentar amenizar os problemas e dar uma cara de avanço à cidade. Mas, para evitar um mal maior, a comissão de transição do prefeito eleito de Santa Rita, deu entrada protocolar nesta quinta-feira (29) no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) solicitando providências para evitar a dilapidação do erário público nos últimos dias da atual gestão.

 

No documento enviado ao TCE-PB foi destacada a necessidade da transparência dos dados sobre as receitas e despesas da Prefeitura Municipal de Santa Rita com o objetivo de auxiliar nos primeiros dias da nova gestão para otimizar e destinar medidas e ações mais céleres que possam mudar a situação de caos estabelecido no município.

 

Por meio de ofício, a comissão que é formada por técnicos lembrou do cumprimento da Resolução Normativa RN-TC nº 03/2016 que trata dentre outras questões, da apresentação de documentos e informações até o dia 30 de novembro do exercício que se encerra o mandato, e no entanto, não houve resposta dos questionamentos solicitados.

 

Redação com Ascom