Um consenso entre os parlamentares bateu o martelo sobre a aprovação das emendas impositivas, que serão aprovadas na Lei Orçamentária de 2020, mas só passarão a ser pagas em 2021. A informação foi confirmada nesta terça-feira (26) pelo presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB).

“Combinei com João. Combinamos que seria dessa forma”,”, afirmou.

O parlamentar adiantou que ainda não foi batido o martelo sobre o percentual para cada deputado, contudo realçou que já existe um entendimento que pode resultar em consenso entre os poderes nos próximos dias.

“Estamos chegando a um denominador comum”, frisou.

 

Redação 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino defende unificação das eleições e uso do fundo partidário no combate a Covid-19

Focado em concentrar forças em ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, defendeu o adiamento das eleições municipais para o ano…

“Enxergam um herói, eu vejo um golpista”, diz Jackson sobre Mandetta

Enquanto as pesquisas apontam que a população brasileira aprova o trabalho do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta a frente do combate à pandemia do coronavírus, o presidente estadual do…