Por pbagora.com.br

O ex-deputado estadual Bruno Cunha, do PSD, comemorou, nesta quinta-feira (02) o respaldo do presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab, à sua pré-candidatura à prefeitura de Campina Grande, nas eleições desse ano, e disse que, agora, o dever de casa será manter o diálogo com os partidos aliados. Entre eles estão o PP, da família Ribeiro, o PSC, do ex-deputado Marcondes Gadelha, o PSDB do deputado Pedro Cunha Lima e do ex-senador Cássio Cunha Lima, entre outros.

“Eu recebi com muita alegria a declaração do presidente nacional, o ministro Gilberto Kassab, apontando para a direção do partido nacional a respeito de candidatura própria do PSD aqui em Campina Grande. É isso que a gente tem construído aqui junto com o prefeito Romero, com as demais siglas, com os demais partidos aliados, o PP da senadora Daniella Ribeiro, o PSC do ex-deputado Renato Gadelha, o PSDB do deputado Pedro e do ex-senador Cássio, enfim, todos os demais partidos aliados, para que a gente possa apresentar pelo PSD uma candidatura relevante, competitiva, que represente a continuidade daquilo que de bom tem acontecido”, destacou.

Bruno disse que apesar do atual cenário político, da crise econômica existente no país desde 2016, aliada a fatores imprevisíveis como a pandemia do coronavírus, a gestão Romero tem um saldo positivo e pretende dar continuidade ao que deu certo na administração municipal.

“Apesar de todas as instabilidades políticas vividas nos últimos anos, das dificuldades econômicas, crise, apesar de tudo isso, o prefeito Romero vai ter entregue mais de 900 ruas pavimentadas, mais de 7 mil casas, então além da municipalização de dois hospitais, da construção de um hospital próprio, da organização de bairros, construção de praças, de diversas intervenções, além disso tudo a gente vai trabalhar na perspectiva de remodelamento da máquina publica. É o que tenho defendido”, emendou.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Efraim Filho diz que reforma tributária é a principal agenda econômica do Brasil em 2021

O deputado federal Efraim Filho, que é líder do DEM na Câmara, em Brasília, afirmou que o principal tema da agenda econômica do país neste ano de 2021 é a…

MPF aponta que superfaturamento do caso Desk teria ido do governo Maranhão ao de RC

Após o Ministério Público Federal ter denunciado nessa quinta-feira (6), os ex-secretários de Educação da Paraíba, Francisco Sales Gaudêncio e Afonso Celso Caldeira Scocuglia por suposto envolvimento em esquema de…