O PSB fechou questão, nesta quinta-feira (25), contra a reforma da Previdência apresentada pelo governo Jair Bolsonaro. Durante reunião do diretório nacional do partido, realizada em Brasília, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, reafirmou seu posicionamento contrário à proposta.

O socialista afirmou que a discussão sobre o tema precisa avançar. “A Previdência talvez seja um dos instrumentos que mais representa a nação, porque representa a solidariedade da nação para quem contribui.”, avaliou em seu discurso, reafirmando que é necessário um caráter nacional, mesmo com as diferenças regionais. Para ele, a Previdência jamais terá superávit a partir da forma como o ministro da Economia, Paulo Guedes, pensa.

Resolução aprovada pelo partido durante a reunião de hoje faz duras críticas ao texto aprovado nesta semana pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), da Câmara dos Deputados. Destaca entre os pontos mais graves na proposta governista: o regime de capitalização, a desconstitucionalização das despesas previdenciárias, a mudança na aposentadoria rural no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e nas regras de transição nos regimes Geral e Próprio

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Roberto Carlos elogia Regina Duarte e diz não que aceitaria cargo público

Em mais um momento de proximidade com a imprensa, Roberto Carlos concedeu entrevista coletiva à bordo do navio MSC Fantasia, atracado em Búzios, no litoral do Rio de Janeiro, no…

Vice prefeito de CG descarta possibilidade de disputar vaga na CMCG

O vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro (Progressistas), descartou em entrevista a Rádio Campina FM, qualquer possibilidade de ser candidato a vereador nas eleições deste ano. Em entrevista, Enivaldo que…