O PSB fechou questão, nesta quinta-feira (25), contra a reforma da Previdência apresentada pelo governo Jair Bolsonaro. Durante reunião do diretório nacional do partido, realizada em Brasília, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, reafirmou seu posicionamento contrário à proposta.

O socialista afirmou que a discussão sobre o tema precisa avançar. “A Previdência talvez seja um dos instrumentos que mais representa a nação, porque representa a solidariedade da nação para quem contribui.”, avaliou em seu discurso, reafirmando que é necessário um caráter nacional, mesmo com as diferenças regionais. Para ele, a Previdência jamais terá superávit a partir da forma como o ministro da Economia, Paulo Guedes, pensa.

Resolução aprovada pelo partido durante a reunião de hoje faz duras críticas ao texto aprovado nesta semana pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), da Câmara dos Deputados. Destaca entre os pontos mais graves na proposta governista: o regime de capitalização, a desconstitucionalização das despesas previdenciárias, a mudança na aposentadoria rural no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e nas regras de transição nos regimes Geral e Próprio

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente nacional do Podemos desmente mudanças no comando do partido na Paraíba

Em entrevista à imprensa paraibana, a Presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu, desmentiu a especulação feita por um portal de que existiria alguma possibilidade de mudança no comando…

Hervázio ratifica amizade por Cícero Lucena e minimiza rompimento político

Em longa entrevista concedida a uma emissora do Brejo paraibano essa semana, o deputado estadual licenciado Hervázio Bezerra (PSB) enalteceu, entre outras coisas, sua amizade com o ex-senador Cícero Lucena…