O secretário municipal do Procon de João Pessoa, o vereador licenciado Helton Renê confirmou, durante entrevista nesta segunda-feira (15), que está de malas prontas para deixar os quadros do PCdoB da Paraíba, assim que for disponibilizada a janela partidária, que acontece em abril de 2020.

O parlamentar disse que já recebeu, inclusive, convite de pelo menos cinco legendas para filiação.

“Sobre a questão de deixar o partido, há sim a possibilidade, até porque eu tenho um grupo eleitorado que ele me define nas circunstâncias aqui em João Pessoa, então há convites de outras legendas, a gente está avaliando e a possibilidade de acontecer isso (deixar o PCdoB) é fato”, disse, sem citar de quais partidos havia recebido os convites.

Indagado se essa mudança de legenda poderia ser uma senha para trocar a disputa pela reeleição para disputar a prefeitura de João Pessoa, o parlamentar deixou claro que um fato não está relacionado ao outro, mas que é um soldado do grupo Cartaxo e está à disposição para assumir novos desafios.

“São coisas distintas. É algo que deve ser avaliado e evidentemente faço parte de um agrupamento político e sou soldado desse grupo. A bem da verdade eu sou aliado de primeiro momento do prefeito Luciano Cartaxo e estou aqui dentro do grupo para que ele oriente para saber o que vai fazer na política em 2020. Por enquanto estou trabalhando evidentemente no meu mandato e na minha reeleição como vereador”, asseverou.

As declarações do secretário repercutiram no programa Arapuan Verdade, na Arapuan FM.

 

Márcia Dias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Corpo do ex-prefeito Marcus Odilon será sepultado nesta terça, em Tibiri

O corpo do ex-prefeito de Santa Rita, Marcus Odilon, será velado na Central de Velórios Morada da Paz. De acordo com informações de familiares, o sepultamento acontecerá às 10h desta…

Eleições de 2020 trazem novas regras e preveem limitação no autofinanciamento

Mais de 153 milhões de eleitores vão às urnas neste ano para eleger prefeitos e vereadores. Criminalização de fake news, boca de urna eletrônica e restrições aplicadas às campanhas podem…