O secretário municipal do Procon de João Pessoa, o vereador licenciado Helton Renê confirmou, durante entrevista nesta segunda-feira (15), que está de malas prontas para deixar os quadros do PCdoB da Paraíba, assim que for disponibilizada a janela partidária, que acontece em abril de 2020.

O parlamentar disse que já recebeu, inclusive, convite de pelo menos cinco legendas para filiação.

“Sobre a questão de deixar o partido, há sim a possibilidade, até porque eu tenho um grupo eleitorado que ele me define nas circunstâncias aqui em João Pessoa, então há convites de outras legendas, a gente está avaliando e a possibilidade de acontecer isso (deixar o PCdoB) é fato”, disse, sem citar de quais partidos havia recebido os convites.

Indagado se essa mudança de legenda poderia ser uma senha para trocar a disputa pela reeleição para disputar a prefeitura de João Pessoa, o parlamentar deixou claro que um fato não está relacionado ao outro, mas que é um soldado do grupo Cartaxo e está à disposição para assumir novos desafios.

“São coisas distintas. É algo que deve ser avaliado e evidentemente faço parte de um agrupamento político e sou soldado desse grupo. A bem da verdade eu sou aliado de primeiro momento do prefeito Luciano Cartaxo e estou aqui dentro do grupo para que ele oriente para saber o que vai fazer na política em 2020. Por enquanto estou trabalhando evidentemente no meu mandato e na minha reeleição como vereador”, asseverou.

As declarações do secretário repercutiram no programa Arapuan Verdade, na Arapuan FM.

 

Márcia Dias

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Licença médica de Corujinha pode colocar oposição a Cartaxo na presidência da CMJP

A presidência da Câmara de João Pessoa pode recair, pela primeira vez nesta legislatura, nas mãos da bancada que faz oposição ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV). É…

Para jornal francês, Congresso é casa de “300 ladrões com título de doutor”

Em longo artigo sobre a composição e a atuação do Congresso Nacional, o jornal francês Le Monde Diplomatique traça um perfil pouco edificante da maior casa do poder legislativo brasileiro.…