Parlamentares também autorizaram o repasse de R$ 300 mil do Legislativo Pessoense para a Prefeitura utilizar no combate ao Covid-19

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) apreciou duas Medidas Provisórias (MPs) e um Projeto de Lei (PL), todos projetos de autoria do Executivo, durante a sessão ordinária remota desta manhã de quinta-feira (14). Entre as matérias em pauta, os parlamentares aprovaram a abertura de crédito extraordinário de R$ 1.450.213,43 no orçamento municipal e de mais R$ 1 milhão na Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob); além do repasse de R$ 300 mil da CMJP à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), todas essas iniciativas visando a combater a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) na Capital.

A MP 76/2020 abre crédito extraordinário de R$ 1.450.213,43 no orçamento municipal visando a combater a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) na Capital. A verba é proveniente de recursos transferidos a partir de ações da Justiça Federal e do Ministério Público do Trabalho (MPT) para a PMJP.

Já o PL do Executivo 1863/2020, que abre crédito de R$ 1 milhão na Semob, indica que a verba deve ser aplicada em ações de acordo com o artigo 320 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a exemplo de sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. O recurso será remanejado da Semob para a própria Superintendência, e será empregado em obras e serviços de engenharia de tráfego e de campo, obras de instalação, monitoramento, fiscalização e controle de tráfego urbano.

“A Semob tem realizado vários serviços em função da pandemia, reorganizando o trânsito e garantindo ações de controle do tráfego em diversos pontos da cidade, como na orla e em parques, na intenção de reduzir a aglomeração de pessoas em espaços públicos. Só por isso já se justifica a urgência da apreciação dessa abertura de crédito”, defendeu Raíssa Lacerda. “O serviço de mobilidade urbana é essencial, assim como outros que não só os de Saúde. A abertura de crédito na Semob para monitoramento de trânsito e fechamento de vias é essencial nesse momento de pandemia. Há os serviços de fechamento de mercados públicos, entre outros”, acrescentou Sandra Marrocos (PT).

Na ocasião, o vereador Bruno Farias (Cidadania) anunciou que a oposição está junto à CMJP e ao Executivo a favor da abertura de créditos devido às necessidades que a pandemia traz. “Precisamos mais do que nunca reunir todas as forças para vencer essa batalha. A oposição é a favor desses investimentos”, garantiu.

Parlamentar destaca cuidados com a saúde mental em tempo de pandemia

Concordando com a união de todas as lideranças públicas contra a pandemia, Mangueira (Progressistas) defendeu que o momento exige mais trabalho e cuidado com a população. “Chamo a atenção para a necessidade de acompanhamento psicológico da população, que tem sofrido com ansiedade em um período em que se lida com tanto risco à saúde e o número elevado de mortes causados pela Covid-19”, alertou.

Vereadores repercutem repasse de R$ 300 mil da Câmara à Prefeitura

A MP 77/2020, que abre crédito extraordinário de R$ 300 mil no orçamento municipal, possibilita que a CMJP repasse o recurso à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), a fim de que seja utilizado no combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). “Dentro da economia que estamos fazendo, a CMJP consegue fazer a verba pública municipal voltar ao Executivo para ajudar nesse período em que a Saúde precisa de mais investimentos”, salientou o presidente da Câmara, João Corujinha (Progressistas).

Acrescentando, o vice-presidente da Casa, Leo Bezerra (Cidadania), reforçou o diálogo de todos os parlamentares “para que fosse possível o repasse, garantindo o equilíbrio das contas da CMJP e que não precisássemos mexer em nosso quadro de funcionários. Essa doação é essencial para nossa luta contra a Covid-19”, argumentou Leo Bezerra.

Conforme lembrou Lucas de Brito (PV), a CMJP é uma casa legislativa de empatia e solidariedade para com o povo, que não fecha os olhos para um problema que está acometendo toda a sociedade via os riscos altos de contágio com uma doença. “Essa doação é uma ideia possibilitada por várias mãos da Câmara, que enxergaram formas de direcionarmos investimentos para o combate ao novo Coronavírus. Todos os vereadores e vereadoras se preocuparam em definir o quanto a CMJP poderia se comprometer financeiramente com essa ajuda”, observou o parlamentar.

João Almeida (Solidariedade), as divergências político-partidárias estão abrindo espaço para a sintonia de discursos e ações. “Entendemos a sintonia de nossos discursos. Temos união, deixamos as bandeiras partidárias de lado em função de darmos nossas mãos nesse momento de pandemia para promover políticas públicas de enfrentamento à pandemia. Sabemos que o orçamento da Saúde é maior que a doação efetivada pela CMJP, mesmo assim, esse ato é grandioso e ajudará muita gente”.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Não brinco de ser candidato”, diz Raoni ao descartar possibilidade de desistência na disputa pela PMJP neste ano

Descartando qualquer possibilidade de dar ‘marcha ré’, na sua pretensão de disputar a prefeitura de João Pessoa, nas eleições deste ano, o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Raoni Mendes…

Galdino confirma articulação para derrubar veto sobre desconto em mensalidades escolares

Após a informação de que o Governo da Paraíba pretende vetar o Projeto de Lei 1.696/2020 que trata da redução das mensalidades de escolas e universidades privadas, enquanto as aulas…