Por pbagora.com.br

Deputado vinha criticando o PT após PSB desistir de indicá-lo para a disputa presidencial

O deputado federal licenciado Ciro Gomes se reuniu nesta quinta-feira (29) com a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. Em almoço, que durou cerca de uma hora e meia em Brasília, os dois conversaram pela primeira vez desde que Ciro foi obrigado a retirar sua candidatura presidencial, em abril, quando o PSB decidiu apoiar petista.

Após o encontro, Ciro falou brevemente com a imprensa, dizendo que o apoio a Dilma “nunca esteve em discussão”, mas evitando dizer como participará da campanha.

– O apoio [a Dilma] nunca esteve em discussão, meu partido tem uma posição formal. Fiquei bastante triste com a posição que o meu partido tomou, considero que não foi a decisão correta […], mas numa democracia não são opiniões individuais por mais mérito que tenham que devem prevalecer, e meu partido tomou a decisão de retirar minha candidatura e eu já naquele momento declarei que seguiria, acataria.

Sobre a intensidade na qual se engajará na campanha petista, Ciro afirmou que vai “incrementar” o “entusiasmo na medida em que minhas preocupações com o futuro do país vão se revelando”. Questionado diversas vezes se gravará participação no programa de Dilma na TV, Ciro não respondeu.
 

 

O deputado afirmou que não conversou com Dilma sobre a questão no Ceará, onde seu irmão, Cid Gomes (PSB), concorre com um outro candidato da base de apoio à Dilma (Lucio Alcantara, do PR) ao governo do Estado. Ele disse, entretanto, que receberá Dilma caso ela queira visitá-lo no Estado.

– Você acha que uma pessoa que sou amigo há tantos anos, que eu deixaria de recebê-la? Em nenhuma circunstância.

Questionado se saiu da reunião diferente de como entrou, Ciro foi irônico.

– Não, saio do mesmo jeito. Com a mesma gravata.
 

 

Portal R7

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: brio abalado da oposição impõe alerta à aliança vitoriosa formada entre João, os Ribeiro e Cícero

Um novo tempo chegou. Os governos estadual e da Capital são outros. Restou às velhas oposições na Paraíba lideradas de um lado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do outro…

Xadrez político: bastidores apontam novo destino partidário para Veneziano

O senador Veneziano Vital do Rêgo é filiado ao PSB na Paraíba, mas, em breve, pode voar para outra freguesia. Apesar de especulações apontarem que ele estaria cotado para assumir…