Por pbagora.com.br
 
 

Desde o início da pandemia, em março de 2020, milhares de mortos já foram contabilizados, na Paraíba, cinco prefeitos morreram em decorrência da covid-19. De acordo com a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), os gestores estão na linha de frente do combate à doença e, por isso, acabam se expondo mais ao contágio.

Entre as vítimas da covid-19, está o prefeito de Pitimbu, Jorge Luiz, mais conhecido como Jorge do Povão, faleceu na noite desta quarta-feira (31), vítima da Covid-19. O gestor estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, em tratamento devido à complicações da doença desde o último domingo, dia 28. O estado de saúde se agravou e ele acabou não resistindo.

Também estão na lista de gestores que perderam a vida por conta da doença, na Paraíba: a prefeita de Coremas, Francisca das Chagas (PDT), de 62 anos, que morreu na quinta-feira (23/03), após 16 dias internada; o prefeito de Ingá, Manoel da Lenha (PSD), de 64 anos, que morreu ainda no início da pandemia, no dia 16 de julho do ano passado; Zenóbio Toscano, prefeito de Guarabira, também no ano passado; e o ex-prefeito de Patos, Ivanes Lacerda (Republicanos), de 66 anos, que morreu no último dia 25 de janeiro. Ele contraiu a doença nos últimos dias de seu mandato, no fim do ano passado.

Ainda de acordo com o presidente da Famup, George Coelho, cerca de dez prefeitos paraibanos já contraíram a doença, alguns ficaram em estado grave e chegaram a ser internados. No entanto, o número pode ser ainda maior, já que a Federação não tem conhecimento dos prefeitos que estão atualmente com a covid-19.

“Os prefeitos estão na linha de frente da defesa do combate à covid-19 nas suas cidades, in loco, vendo o problema de perto. Esses números são só para se ter uma ideia do que está acontecendo”, disse.

Entre os prefeitos que já foram contaminados pela covid-19 desde o início da pandemia estão o de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB); Doutor Lauri (PSDB), de Brejo dos Santos; Lúcio Flávio (Cidadania); de Itabaiana; Nivaldo (Cidadania), do município de Umbuzeiro; e Kayser Rocha (DEM), de Solânea.

Além disso, foram diagnosticados com o vírus os prefeitos Nilson Lacerda (PSDB), prefeito de Conceição, que chegou a ser internado em decorrência da doença em julho de 2020, e Geraldo Moura (Progressistas), prefeito de Soledade, que também chegou a ficar 22 dias internado, no meio do ano passado.

Veja a relação de mais políticos mortos pela covid-19 na Paraíba:

• Antônio Martins (sem partido), ex-prefeito de Imaculada: morreu no dia 25 de dezembro; estava internado em Patos.
• Dinaldo Wanderley (MDB), ex-deputado estadual e ex-prefeito de Patos: morria no dia 24 de maio de 2020, em João Pessoa.
• Eurídice Moreira da Silva (sem partido)– Dona Dida –, ex-prefeita de Itabaiana e ex-deputada estadual: morreu em 1º de julho de 2020.
• Fábio Fernandes (PSDB), ex-prefeito de Mamanguape: morreu no dia 28 de dezembro, em João Pessoa.
• Francisca Santa Nóbrega Oliveira (sem partido), ex-prefeita de Vieirópolis: morreu no dia 25 de novembro; foi notificada com a doença no dia 5 do mesmo mês.
• Geraldo Paulino Terto (sem partido), ex-prefeito de Cacimbas: morreu no dia 12 de dezembro, vítima de complicações da covid-19, em Campina Grande.
• João Bosco dos Santos (Podemos) – Bosco Soldado –, vereador de Bonito de Santa Fé: morreu, vítima de covid-19 no dia 3 de novembro.
• João Henrique (PSDB), deputado estadual: morreu no dia 12 de janeiro; estava internado desde de 7 de dezembro, em São Paulo.
• José Medeiros Dantas (sem partido) – Zezinho Preá –, ex-prefeito de Cubati: morreu acometido pela covid-19 no dia 29 de maio do ano passado.
• Lúcia Braga (PSD), ex-deputada federal e estadual: morria no dia 8 de maio, nove dias antes do marido, Wilson Braga.
• Manoel Batista Chaves Filho (PSD)– Manoel da Lenha –, prefeito de Ingá: morreu em 16 de julho de 2020, depois de onze dias internado em Campina Grande.
• Nivaldo Manoel (Progressistas), ex-deputado estadual e ex-vereador de João Pessoa: morreu no dia 16 de julho, na capital paraibana.
• Orlando Inácio dos Santos (sem partido) – Calango –, ex-vereador de Santa Rita: morreu no dia 1º de maio do ano passado.
• Pinto do Acordeon (PSDB), ex-vereador de João Pessoa: morreu no dia 21 de julho do ano passado e teve confirmada a contaminação pela covid-19 depois de sua morte.
• Terluiz Baracuhy Cruz (sem partido) – Seu Bebé –, ex-prefeito de Tacima: morreu no dia 6 de julho devido a complicações decorrentes da covid-19.
• Wilson Braga (PSD), ex-governador da Paraíba: morreu no dia 17 de maio de 2020, em João Pessoa, depois de 16 dias internado.
• Zenóbio Toscano (PSDB), prefeito de Guarabira e ex-deputado estadual: morreu no dia 14 de junho do ano passado pela covid-19.
• José Maranhão, senador e ex-governador da Paraíba;

Redação

 
 
Notícias relacionadas

Pesquisa pró-Lula: na PB, petista vê povo acordando e bolsonarista descredibiliza institutos

Pesquisa divulgada recentemente colocou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a frente de Bolsonaro (sem partido) numa possível disputa em 2022. O petista aparece com 50% do potencial…

STF nega pedido de ex-governador RC de se ausentar de João Pessoa

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (psb) teve seu pedido de habeas corpus negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. A solicitação tinha objetivo de flexibilizar da…