Em resposta as declarações do presidente Jair Bolsonaro que questionou a veracidade dos documentos produzidos pela Comissão Nacional da Verdade (CNV), que apurou os crimes cometidos durante o período da Ditadura Militar, entre 1964 e 1985, a deputada estadual Cida Ramos (PSB) disse que elas desrespeitam não só as famílias dos atingidos com o Golpe de 64, mas toda a democracia brasileira.

“Você acredita em Comissão da Verdade? Qual foi a composição da Comissão da Verdade? Foram sete pessoas indicadas por quem? Pela Dilma”. Para Bolsonaro, os documentos sobre as mortes atribuídas aos militares são “balela”. “Nós queremos desvendar crimes. A questão de 64, existem documentos de matou, não matou, isso aí é balela”, afirmou Bolsonaro.

Em resposta Cida disse: “Esses familiares tiveram seus entes mortos, por divergirem de posições políticas. Nessa época tivemos uma ausência de liberdades individuais. Essa fala de Bolsonaro não é só um desrespeito às famílias, mas ao povo brasileiro. É um período muito difícil da nossa história e nosso governante todos os dias dá sinais do fim do estado democrático de direito”.

A declaração de Bolsonaro foi dada na entrada do Palácio da Alvorada logo após o presidente ser questionado sobre o comentário polêmico que deu ontem sobre o desaparecimento do pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz. Bolsonaro disse que “um dia” contaria para Santa Cruz como o pai havia morrido. “Ele não vai querer saber a verdade”, disparou Bolsonaro.

 

Redação

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Luciano Cartaxo leva “puxão de orelhas” em público de Damião durante encontro

Um encontro em Brasília entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV) e bancada paraibana no Congresso Nacional, na última terça-feira (8),  resultou num puxão de orelha para o…

“Tudo vai depender da situação de cada município”, diz Wilson Santiago sobre efeitos das mudanças eleitorais para 2020

Indicado pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, como o coordenador  no Nordeste  responsável pelas eleições municipais de 2020, o deputado federal paraibano e presidente estadual do PTB Wilson Santiago,…