Por pbagora.com.br

A professora Cida Ramos, do PSB, utilizou as redes sociais nesta terça-feira (03) para denunciar o que classificou de “estelionato eleitoral” praticado pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), que, após tomar posse exonerou todos os comissionados e prestadores de serviço da administração, através de decreto.

“No momento em que o país passa por uma recessão econômica, o ajuste fiscal do prefeito acabou recaindo na parte mais fraca: o trabalhador municipal. Agora, mais de 12 mil paraibanos, iniciam 2017, sem emprego porque confiaram no prefeito e foram enganados. Ontem, Cartaxo exonerou, de uma só vez, 12.540 servidores temporários e comissionados”, postou.

Nesta manhã, em entrevista, Cartaxo disse que as demissões eram um procedimento de praxe, mas que a medida da necessidade os comissionados seriam recontratados. Os novos vínculos, no entanto, serão reduzidos 5% a cada ano.

CONFIRA: 

 

Redação

Notícias relacionadas

Galdino quer Avante na vice de João, mas ressalta que escolha cabe ao governador

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino, afirmou, nesta sexta-feira (14), durante entrevista ao programa Rede Verdade, da TV Arapuan, que o governador João Azevêdo…

“O principal fiscal é a consciência”, diz Bruno, sobre restrições em CG

O prefeito Bruno Cunha Lima confirmou na manhã desta sexta-feira, 14, durante entrevista à Rádio CBN, que assina hoje um novo decreto com medidas ainda mais restritivas para a prevenção…