A Paraíba o tempo todo  |

Ciclo-Patrulha aprova calçadinha

O novo comandante da Ciclo-Patrulha, tenente PM Éder Santos Almeida (na foto ao lado), aprovou a construção da ciclovia recentemente instalada pela prefeitura municipal de João Pessoa em praticamente toda a extensão da orla marítima da Capital.

Usuários não concordam

Ele tem uma posição divergente da grande maioria de motoristas, pedestres e dos próprios ciclistas, que acharam a saída encontrada pelos técnicos da PMJP muito restrita, ao introduzir a faixa de rolamento das bicicletas no local anteriormente utilizado como estacionamento de veículos, durante a gestão passada.

Boa para pegar bandidos

Os policiais militares que atuam na Ciclo-Patrulha acham a via de acesso ótima, por permitir um rápido deslocamento – inclusive na contramão, se for necessário – até o local onde esteja havendo algum tipo de ocorrência, quer seja assalto, atropelamento, acidente de trânsito ou algum outro atendimento a turistas e transeuntes.

Passagem é muito estreita

Os ciclistas acham – ao contrário – a via muito apertada, praticamente imprensada entre o meio-fio da calçadinha (que é destinada ao uso exclusivo de pedestres e caminhantes) e os carros estacionados, cujos motoristas e passageiros – de vez em quando – abrem as portas sem observar a perigosa proximidade das bicicletas, causando inúmeros acidentes de pequena gravidade.

Segurança: noite e dia

O efetivo da Ciclo-Patrulha é de 50 soldados e oficiais (entre homens e mulheres), que possuem cada um sua própria bicicleta individual, usada nas rondas, que acontecem em três turnos (manhã, tarde e noite), a partir das 06h00 até às 23h00, todos os dias da semana.

Na praia e áreas próximas

Este efetivo é empregado em ações táticas nos bairros do Cabo Branco, Tambaú, Manaíra e Altiplano (consideradas áreas prioritárias), mas também pode estender sua capacidade operacional para atender ocorrências em ruas adjacentes, igualmente na orla marítima.

Treinamento de alto nível

Os policiais realizam suas missões em duplas ou trios, de bermudas (devido ao forte calor registrado no asfalto das avenidas e na areia da praia), armados com pistolas automáticas e usando coletes à prova de bala. Alguns deles falam inglês, espanhol e alemão, sendo especializados no atendimento a turistas estrangeiros, servindo como tradutores.

Rapidez contra violência

A abordagem principal consiste em obter vantagem no tempo de deslocamento nas bicicletas, que por serem um veículo de pequeno porte, podem trafegar rapidamente em espaços onde as viaturas normais da PM não conseguiriam chegar, devido aos sinais de trânsito, congestionamento de carros nos horários de rush, etc.

Ferramentas de trabalho

No momento da prisão de suspeitos, as próprias bicicletas podem ser transformadas em armas, sendo jogadas em cima dos criminosos postos em fuga. O tenente Éder explica que este tipo de procedimento é padrão em todas as Ciclo-Patrulhas do Mundo, inclusive nos Estados Unidos e na Austrália, pioneiras na adoção desta modalidade de policiamento, inclusive em Miami Beach (EUA).

Nova sede do BP-Tran

O tenente-coronel Arnaldo Sobrinho está na expectativa de obter uma autorização administrativa do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Wilde Monteiro, para que seja instalada em local próprio a sede provisória do novo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (recém-criado pelo governador José Maranhão, do PMDB).

Mudança de endereço

A nova caserna deverá sair do quartel da CP-Tran (situado ao lado da Bica do parque zôo-botânico Arruda Câmara, no bairro de Tambiá) para um novo local em outra área mais afastada do centro da cidade, em breve. Até o final do ano essa questão deverá estar resolvida pela PM.

Protesto em bairro nobre

Comerciantes de Manaíra vão aproveitar a onda de protesto contra a falta de segurança em João Pessoa e também já se preparam para fazer mais uma manifestação, pedindo o fim da violência na orla marítima da Capital.

Empresários se articulam

O protesto está sendo organizado por proprietários de estabelecimentos comerciais que trabalham em suas lojas, lanchonetes, restaurantes, mercadinhos, butiques e magazines, nas proximidades das avenidas Ingá, Esperança, João Câncio e Edson Ramalho, todas localizadas bem perto da base operacional da Rotam (Rondas Ostensivas Táticas com Motocicletas da Polícia Militar), que fica na praça Alcides Carneiro.

Listando os prejudicados

Até agora, já foram assaltados (quase sempre por um casal, formado por um bandido armado e uma mulher supostamente grávida, que recolhe os objetos roubados), os seguintes estabelecimentos comerciais:

Caiaque (moda masculina)

Blusas & Blusas (moda feminina)

Santo Anjo (roupa infantil)

Farmácia Esperança (medicamentos)

Laços & Fitas (magazine)

Tartaruga Lanches (refeições rápidas)

 

Internauta confirma insegurança

A esse respeito, recebi da internauta Mari Fabiana (e-mail: [email protected]), moradora de João Pessoa, a seguinte mensagem:

Manaíra pede socorro

– Nós, os cidadãos do bairro de Manaíra, que pagamos um dos impostos mais caros do Estado, estamos literalmente abandonados, trancados dentro de casa, tamanha a insegurança, falta de iluminação pública, tráfico de drogas e prostituição. Os travestis e prostitutas tomaram conta da orla e nós, moradores, turistas e cidadãos de bem, não podemos mais sair de casa.

Travestis problemáticos

– O secretário de Segurança Pública, Gustavo Gominho, não toma nenhuma providência. A polícia é chamada, mas não chega a tempo. Estamos sendo assaltados à luz do dia e – de noite – sendo afrontados por travestis que atentam contra o pudor com palavrões, seminus, que roubam os clientes e perturbam a calma deste bairro, outrora sossegado e pacífico.

– Imploramos sua ajuda…

PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe