Os serviços de atendimento ao consumidor por meio eletrônico e telefônico poderão ser modificados para oferecer atendimento personalizado e com a mesma presteza do momento da compra. De autoria do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), a proposta (PLS 542/07) será votada pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) nesta quarta-feira, a partir das 8h30.

O projeto inclui, como direitos básicos do consumidor, entre outros, o acesso imediato ou pré-agendado a atendimento por profissional habilitado para a efetiva solução da queixa, no prazo máximo de 24 horas.

 

Em seu parecer, Cícero Lucena (PSDB-PB) ressalta a frustração do consumidor ao ser atendido por uma gravação que apresenta um cardápio com opções que não atendem ao seu caso específico e não dá a opção de falar com uma pessoa que possa resolver o problema.

 

 

Jornal do Senado

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Para debater a PB, rixa entre adéptos de Lula e Bolsonaro deve ficar de lado, diz Efraim

O deputado federal Efraim Filho (Democratas) declarou que espera que no Brasil, nem tampouco na Paraíba, volte o tempo em que a bandeira política definia se um estado ou município…

ANÁLISE: aparecimento de Cássio sem ser convidado, escanteou Romero e gerou problemas com aliados…”

O discurso – aparentemente forjado – de que o ex-senador Cássio Cunha Lima não está querendo nada com política, é uma tremenda balela. Ele quer, sim. E como quer!… Mais…