A Paraíba o tempo todo  |

Cícero e Nilvan aproveitam reta final de campanha para intensificar propostas

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Na reta final do segundo turno para prefeitura de João Pessoa, os candidatos Cícero Lucena (Progressitas) e Nilvan Ferreira (MDB), tem intensificado na divulgação de propostas como forma de conquistar os votos dos indecisos.
Cícero Lucena prometeu remuneração justa ao funcionalismo público de João Pessoa, com treinamentos e valorização dos servidores.

“Treinando, qualificando e valorizando os seus serviços. E remunerando eles, dentro da escala que é possível fazer, no sentido de que eles tenham a mínima condição de trabalho e tenha remuneração justa, que é uma meta que sempre buscarei”, disse.

Ele garantiu que a recurso para isso: “Nós vamos viabilizar através de captação de recursos para os projetos, para que os recursos próprios da Prefeitura sejam um dos instrumentos para se conquistar isso”.
Cícero Lucena também prometeu investir em escolas inclusivas em João Pessoa
“Nós começaremos pela área de educação municipal. Onde ela será inclusiva. Terá a oportunidade de todas as nossas crianças com deficiências possam ter a oportunidade de frequentar a escola. Além da própria mobilidade urbana, que tenhamos padronizações de calçada, que tenhamos o nosso trasnporte coletivo totalmente adaptado para transportá-los, que tenhamos nas áreas de lazer a chance dessas pessoas também usufruir”, disse.

Já Nilvan Ferreira disse que não negociou cargos e prometeu um secretariado técnico.
O candidato falou também de pandemia. E garantiu que em sua gestão não vai haver lockdown, argumentando que não há clima para uma segunda onda no país. Foi além. Disse que as escolas da rede privada de ensino de João Pessoa vão ser reabertas em 18 de janeiro, sem falta. E que pode garantir isso porque vai criar um comitê gestor na área de saúde para garantir que a rede de UPAs e UBSs esteja preparada para evitar sobrecarga no atendimento.
Nilvan também falou de suas propostas para a habitação e disse que o imóvel deve ser pensado junto à estrutura da região

“Pensar habitação não é só construir o apartamento ou a casa. Você tem que oferecer as condições necessárias, objetivas, que devem estar próximas das pessoas, para que elas possam viver bem, viver felizes, com as suas famílias. Primeira questão, você tem que ter a estrutura habitacional e em torno dessa estrutura as outras estruturas sociais. Creche, escola, posto de segurança, que garante a tranquilidade das pessoas. Você tem que ter a estrutura também ligada ao transporte público. O transporte público tem que deixar de ser um problema em relação principalmente a quem mora em condomínios mais distantes do centro da cidade”, disse.

O Segundo turno das eleições será realizado no próximo domingo (29) das 7 às 17h
PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe