O senador Cícero Lucena (PSDB) afirmou, durante discurso em plenário nesta quinta-feira (28), que o governo federal prefere fazer propagandas a matar a sede do povo nordestino, que sofre com a estiagem.

 

Ele cobrou agilidade na conclusão da transposição das águas do rio São Francisco. "Estudos recentes mostram a probabilidade de termos chuvas abaixo da média que vem ocorrendo nos últimos anos na Paraíba", destacou.

 

Cícero Lucena disse que tem alertado sobre o problema. "O governo federal não pode esperar acontecer a desgraça para começar a anunciar propagandas de que está resolvendo a situação, enquanto o povo está morrendo de sede".

 

Ele mencionou a audiência pública realizada na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), na última quarta-feira (27), para discutir a gestão do Açude Epitácio Pessoa, que contou também com a presença do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

 

"Solicitamos a Agência Nacional de Águas (ANA) que estabeleça uma proposta com a condição de abastecer, por exemplo, a cidade de Campina Grande (PB). Será que o governo está pensando em abastecer com carros-pipa? E as estradas vão suportar tantos carros-pipa? Onde vamos buscar essa água?", questionou.

 

O parlamentar destacou: "Precisamos de ações concretas, e não deixar tudo para os prefeitos, que já estão sacrificados. O governo federal deve cumprir o seu papel".

 

Redacao

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lei de Wilson Filho garante acolhimento a vítimas de violência doméstica na pandemia

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou o Projeto de Lei 1.876, de autoria do deputado estadual Wilson Filho (PTB), que garante o acolhimento em alojamento para vítimas de violência…

Áudios: ex-auxiliar das gestões Romero e Cássio adere à Ana Cláudia

O ex-coordenador de turismo de Campina Grande, Temi Cabral, na gestão do prefeito Romero Rodrigues e também ex-auxiliar na gestão do ex-prefeito, ex-governador e ex-senador Cássio Cunha Lima, usou uma…