Por pbagora.com.br

O ex-prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), defendeu nesta quarta-feira (03) um novo paradigma no processo de retomada da economia em João Pessoa que ao invés de estabelecer prazos, estaria atrelado a apresentação, aprovação e execução de protocolos.

Para Cícero, ao invés de estabelecer que a cada 15 dias um setor seria reaberto, a ideia seria receber da classe empresarial e trabalhadores, através de seus órgãos de classe, propostas de funcionamento com que visem a segurança dos clientes e funcionários.

“O que o Poder Público precisa entender é que se um setor da economia já possui uma proposta de protocolo para impedir a infecção pela Covid-19, cabe a ele avaliar a segurança com critérios epidemiológicos rígidos e se considerar viável, autorizar imediatamente a reabertura”, refletiu.

“Há casos concretos como o da construção civil que já possui todo protocolo de segurança sanitária e tudo que precisa é ser ouvido para retomar as atividades”, argumentou.

Outro ponto defendido por Cícero é a necessidade de dialogar com os micro e pequenos empresários. “A retomada da economia deve começar justamente pelos pequenos comerciantes, já que estes são quem mais emprega e certamente absorvem a mão de obra local, trazendo vida de volta aos Bairros sem promover grandes deslocamentos”, explicou.

Cícero lembrou que 70% dos empregos estão em micro e pequenas empresas. “A força desse setor é inquestionável e pode injetar uma arrecadação decisiva para a cidade, o Estado e o País. Basta que tenhamos protocolos que limitem o número de clientes por metro quadrado, uso de EPIs, horários reduzidos. Isso é rápido”, reiterou. E completou: “Os ônibus, taxis e demais opções como aplicativos já possuem protocolos sendo utilizados na Europa e podemos adaptar a nossa realidade”, defendeu.

“Quanto as grandes empresas e indústrias, estas também têm condições de estabelecer critérios firmes e seguros para reabrir as portas”, falou.

Por fim o ex-prefeito reiterou que a reabertura deve ser debatida com todos. Afinal, nenhum setor da economia é 100% independe. “Imagine uma mãe ter que voltar a trabalhar e não ter escola ou creche aberta pra deixar os filhos”, disse. “Tenho experiência e sei o que estou falando. Nossa capital tem um potencial para voltar a crescer. Certamente, depois de tanta demanda reprimida viveremos um bum dos negócios, por esta razão precisamos pensar o que queremos pra já”, arrematou.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Projeto de Wilson Filho determina atendimento prioritário às mulheres vítimas de violência

Combater a violência contra às mulheres é uma das prioridades do mandato do deputado estadual Wilson Filho (PTB). Visando mais agilidade na investigação de vítimas de violência doméstica na Paraíba,…

Ibope: Cícero Lucena segue na liderança na disputa pela Prefeitura de João Pessoa

Na noite desta quinta-feira (21), o Ibope divulgou os números da segunda pesquisa sobre a disputa pela Prefeitura Municipal de João Pessoa. Os dados foram mostrados durante o telejornal JPB2,…