O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) recebeu nesta sexta-feira, em João Pessoa, uma comitiva da Associação Paraibana dos portadores de Mucopolissacaridose (Aspampspb) que está lutando juntamente com entidades de outros estados para que o Ministério da Saúde autorize as pesquisas com enzimas que proporcionará o tratamento adequado para pelo menos 600 pessoas que sofrem dessa deficiência metabólica em todo o país.

No comando da comitiva estava o jovem Patrick, portador da MPS, como é conhecida a Mucopolissacaridose que veio pedir pessoalmente ao senador o seu engajamento junto ao Governo Federal para que o tratamento seja agilizado. Ele estava acompanhado do seu pai, Everton e de Gláucia Karina que é mãe de outro portador de MPS.

Cássio disse que os portadores de MPS podem contar com o seu esforço para que o Ministério da Saúde reconheça os seus direitos e disse que já na próxima semana fará um requerimento no Senado Federal para ser encaminhado ao MS com o intuito de iniciar o trabalho de cobrança e também irá solicitar audiência ao Ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Segundo o senador é preciso que o estado brasileiro se posicione com mais eficiência nestas questões pois estas pessoas são portadores de enfermidades raras e que por isso mesmo as pesquisas não interessam tanto aos grandes laboratórios e cabe, portanto ao governo federal resolver de uma vez por todas esta lacuna nas pesquisas médicas e no caso da MPS se existe tratamento é preciso que as pessoas tenham facilitado o acesso a ele.

Os presentes à reunião agradeceram ao senador o seu engajamento nesta ação pelo tratamento da MPS e Cássio lembrou que ele foi eleito pelo povo paraibano justamente para ajudar as pessoas e que além de ser uma obrigação será com grande satisfação que ele se engaja nesta luta, “tenho dito e repetido que não me interessa fazer política que não seja para ajudar as pessoas”, concluiu.

Mucopolissacaridose

A Mucopolissacaridose (MPS) é uma doença metabólica hereditária. Isso significa que a pessoa nasce com falta ou diminuição de algumas substâncias encontradas no organismo, as enzimas que digerem os glicosaminoglicanos (GAG). Os sintomas da MPS variam de acordo com a idade do paciente, com o tipo de mucopolissacaridose e com a gravidade da doença de cada paciente.

O diagnóstico da mucopolissacaridose é feito, normalmente, por um geneticista, após o encaminhamento por outro médico. Para confirmar a mucopolissacaridose, é realizado um exame de sangue para identificar a falta ou diminuição das enzimas.

O tratamento da mucopolissacaridose envolve uma equipe com diversos profissionais, de acordo com os sintomas que podem ser apresentados. Entre eles estão: médicos geneticista, pediatra, pneumologista, otorrinolaringologista, oftalmologista, ortopedista e neurologista, fisioterapeuta, dentista, fonoaudiólogo e psicólogo. Para um melhor tratamento, o ideal é procurar centros de atendimento a doenças genéticas.
 

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio diz que “jamais vai se colocar como um conspirador” no PSB

Ex líder do governo na Assembleia Legislativa no governo de Ricardo Coutinho (PSB), o deputado licenciado e secretário de Esportes, Juventude e Lazer da Paraíba, Hervázio Bezerra (PSB), disse que…

Opinião: João Azevêdo mostra capacidade política e pede que membros do PSB “se desarmem”

O mito criado sobre a figura do governador João Azevêdo (PSB), que o jogava como grande técnico administrativo, não possuindo, no entanto, características necessárias para caminhar nas alamedas tortuosas da…