Integrante da união das oposições, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) trabalha para ser o pré-candidato do grupo, mas está esbarrando na estratégia.

É que depois de pressionar os partidos aliados e até mesmo excluir outras legendas do processo, sobretudo os aliados nanicos, que têm se mostrado insatisfeitos, o prefeito conseguiu extrair do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) uma resposta nada favorável sobre a definição do pleito.

Cássio avisou claramente que o PSDB já tomou a decisão e esta é pró Romero Rodrigues, do PSDB.

“No nosso caso a decisão está tomada em torno da pré-candidatura do prefeito Romero Rodrigues. Ele tem uma decisão difícil a tomar. Eu já tomei isso e sei que não é fácil, é como o poeta Raimundo Asfora dizia, 'é um instante que você se encontra com seu reduto íntimo e inviolável'. Então só o próprio Romero poderá tomar essa decisão. Ele naturalmente vai ouvir a opinião da família, vai ouvir a sugestão dos amigos, mas a decisão é dele com ele mesmo, é o reduto íntimo e inviolável que Raimundo Asfora falava de forma tão poética”, ressaltou.

Nos bastidores, há quem diga que Cartaxo quer ‘violar’ esse reduto de Romero com a pressão que vem fazendo desde o final do ano passado.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pré-candidato à PMCG faz plágio de postagem de ACM Neto e vira alvo de piada

Em plena pandemia do coronavírus, muitos políticos e pré-candidatos nas eleições municipais deste ano, estão querendo mostrar serviços ou parabenizar ações feitas por outros gestores, esse foi o caso do…

“PB tem uma das menores taxas de transmissibilidade”, diz líder ao defender prorrogação do isolamento

Em entrevista a imprensa o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba ALPB, deputado Ricardo Barbosa (PSB), fez uma avaliação sobre as medidas adotadas pelo governador João Azevêdo (Cidadania)…