A Paraíba o tempo todo  |

Cássio não segue exemplo de aliados na PB e evita anunciar apoio a Jair Bolsonaro, pelo menos no 1º turno

O ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) evitou seguir o exemplo de alguns de seus aliados na Paraíba, como Romero Rodrigues (PSC), Bruno Cunha Lima (PSD) e Tovar Correia Lima (PSDB), que já anteciparam seus apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O tucano garantiu que vai aguardar a decisão do PSDB nacional, que está caminhado a passos largos para uma aliança com o MDB, que vai lançar Simone Tebet como candidata a presidente. Se a terceira via não prosperar, apenas em um eventual segundo turno é que ele deverá se posicionar sobre as duas postulações presidenciais.

“Não há como você responder uma pergunta desse nível. O PSDB ainda está decidindo como será a candidatura, provavelmente uma aliança com o MDB, numa contradição com o MDB da Paraíba que está com o PT. Mas primeiro vamos decidir o que vai acontecer no primeiro turno, respeitando cada etapa, e no segundo turno vamos decidir o que fazer. A expectativa é de viver cada etapa da eleição respeitando a decisão de cada paraibano”, pontuou.

As declarações do ex-senador repercutiram em entrevista ao programa Frente a Frente da TV Arapuan.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe